A “guerra” continua

Bebedouro em mais uma batalha contra o Aedes Aegypti

0
366

A Gazeta trouxe na sua edição 10.251 a notícia de que o setor de Vetores e Zoonoses da Vigilância Epidemiológica do município firmou parceria com o Instituto de Biotecnologia da Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (Unesp – campus Botucatu) com a finalidade de mapear a presença do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, febre amarela, zika e chikungunya, as chamadas arboviroses (veja quadro) na cidade. Na oportunidade, “a coordenadora do setor de Vetores e Zoonoses, Regina Melanda, explicou que a equipe recebeu em março, o professor e pesquisador da área de Biotecnologia da universidade, Jayme Augusto de Souza Neto” e, segundo o pesquisador, “serão compartilhados conhecimentos com os agentes de campo, para que consigam resultados ainda mais positivos através de cursos de capacitação, aprendendo técnicas de controle dos mosquitos, entre outros métodos”.

(…)

Leia mais na edição nº 10261, de 12, 13 e 14 de maio de 2018.