Ao som da viola e da solidariedade

0
231

União da sociedade bebedourense e das cidades da região em prol do Hospital Municipal mereceu o show.

O mesmo trabalho que tiveram os compositores Renato Teixeira e Sérgio Reis, para escrever cada uma das melodias interpretadas na noite de sexta-feira (28), em show com renda revertida ao Hospital Municipal, foi correspondido pelo empenho de todos os envolvidos no evento.
Parabéns ao empresário e diretor do Depto. Desenvolvimento da Prefeitura, Roberto Campanelli que sonhou e organizou o show com os dois ícones da música sertaneja de raiz, como forma de arrecadar recursos para o Hospital Municipal. Também merece aplausos, o empenho do prefeito Fernando Galvão (DEM) que percorreu nas últimas semanas, os gabinetes de todos os prefeitos das cidades da região que enviam diariamente pacientes para o Hospital.
Louvável também o papel do empresariado, em destaque a diretoria da Coopercitrus e Credicitrus, que, pela primeira vez na história, fez doação a um hospital público, como voto de solidariedade e confiabilidade de que os recursos serão empregados de forma honesta.
A presença do provedor do Hospital de Câncer de Barretos, Henrique Prata, serve para relembrar a todos que participaram do show, que esta luta para manutenção do Hospital Municipal será constante. Não dá para ficar só criticando a baixa transferência de verbas enviadas pela Secretaria Estadual de Saúde e Ministério da Saúde. Pacientes sobre macas não se curam com discursos ou críticas, mas com atitudes. Enquanto não acontece a tão sonhada revolução no Sistema Único de Saúde, cabe a cada um de nós contribuir para manter nossas instituições de saúde. E sexta-feira (28) foi a primeira vez que o Hospital Municipal contou com esta retribuição social. Isto ficará marcado na história.

Publicado na edição nº 9565, dos dias 2 e 3 de julho de 2013.