Apenas um guarda envolvido na Operação Calabar continua preso

Outros sete envolvidos respondem processo em liberdade e estão afastados de suas funções na GCM.

0
25

Dos oito guardas civis municipais de Bebedouro, presos por suspeita de infrações penais, como desvio de drogas e dinheiro apreendidos com criminosos, na manhã de terça-feira (1º), na Operação Calabar, sete respondem pelo processo em liberdade e apenas um permanece preso à disposição da Polícia Civil.

Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.

Publicado na edição nº 10434, de 9 a 11 de outubro de 2019.