Bebedouro amplia imunização contra Covid com mais 4 mil pessoas vacinadas

A partir de segunda-feira (12), todos com mais seis meses de idade poderão receber vacina contra a gripe.

0
92
Mais imunizados – Na quarta-feira (7), em uma hora, 300 bebedourenses receberam a primeira dose. (Gazeta de Bebedouro)

“A vacinação desta semana foi bastante satisfatória, porque estamos imunizando por faixas etárias sem deixar ninguém de fora”. A afirmação é da coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Thaís Teixeira.

De acordo com levantamento da pasta, em três dias, Bebedouro imunizou aproximadamente 4 mil pessoas, com aplicação da primeira dose: na segunda-feira (5), 750 bebedourenses com 43+ foram vacinados; na terça (6), foram 800 moradores com 42+; e na quarta (7), mais 820 pessoas com 41+. Até o fechamento desta edição, não havia sido finalizada a imunização de homens e mulheres com 40+, na quinta (8).

“A mudança do horário para o fim da tarde tem contribuído para vacinarmos mais pessoas, pois estas faixas etárias estão trabalhando no período da manhã. Percebemos maior procura a partir das 18h, quando estas pessoas saem do trabalho” , avalia Teixeira.

Para a secretária de Saúde, Silvéria Larêdo, a população tem respondido positivamente aos chamados. “Não precisamos anunciar duas vezes, as pessoas já procuram o dia certo, trazendo corretamente a documentação e, dificilmente, estamos dispensando alguém por falta de documento ou cadastro”.

Larêdo explica que, diferente das cidades da região, que nesta semana estão vacinando pessoas de 39 a 37 anos, “Bebedouro optou por vacinar uma faixa etária por dia. Desta forma, garantimos cobertura total para aquela faixa etária, diferente de outros municípios que anunciam uma faixa mais ampla, imunizando apenas aquelas pessoas que chegam primeiro. Os demais precisam aguardar novo cadastramento ou anúncio da chegada de mais vacinas para aquelas idades. Aqui, estamos fazendo o inverso, imunizando da faixa etária mais idosa para a mais nova, assim conseguimos vacinar 100% daquela faixa etária. Com isso, possuímos o controle de quanto da população recebeu a vacina, diferente destes outros municípios que ficam com faixas etárias picadas”, explica a secretária de Saúde à Gazeta de Bebedouro, completando: “Não apenas Bebedouro, mas diversas cidades da região adotaram este sistema, pois assim, sabemos que não faltará vacina por dia. Até o momento, tem dado certo, não tivemos falta”.

Novas faixas etárias

Até o fechamento desta edição, não havia previsão de imunização de novas faixas etárias na cidade. “Além da chegada de vacinas, também estamos aguardando pronunciamento do governo estadual, que informou que até domingo (11), haverá novas informações sobre a vacinação no Estado por faixa etária, sendo que já anunciaram que, mais uma vez, haverá antecipação do calendário”, justifica Thaís Teixeira.

2ª dose

Enquanto aguarda a chegada para dar continuidade à aplicação da 2ª dose, a Secretaria de Saúde atenderá, de segunda (12) a sexta-feira (16), das 8h às 12h, na Feccib velha, as pessoas que estão agendadas para receber a 2ª dose.

“Este público deve ir até a Feccib no período da manhã para não misturarmos os públicos e não gerar aglomeração. Nos dias em que houver um grande número de pessoas, teremos horário especial, com equipe de aproximadamente 60 integrantes. Nos demais dias, com pouco fluxo, a população pode dirigir-se à sala de vacina”, ressalta Larêdo.

Influenza

Com a baixa adesão, a Secretaria Estadual de Saúde prorrogou e ampliou a campanha de vacinação contra a Influenza. A partir de segunda-feira (12), todos com mais de seis meses de idade poderão receber o imunizante.

A vacina está sendo aplicada em todas as unidades da Estratégia de Saúde da Família de Bebedouro, no Povoado de Andes e nos distritos de Botafogo e Turvínea, das 7h às 17h.

“Quanto mais pessoas protegidas, melhor. É muito importante que todos procurem a unidade de saúde, já que a vacina protege contra doenças respiratórias graves e que também causam a morte. Precisamos que nossa população esteja vacinada de forma correta, tanto pela vacina da Covid quanto pela da gripe, para que estes sintomas não sejam confundidos, voltando a lotar o gripário”, enfatiza Silvéria Larêdo.

Neste ano, o grupo prioritário foi ampliado devido à pandemia do novo coronavírus. “A única recomendação é o intervalo de 14 dias entre a vacina contra a Covid-19 e a da gripe, para a produção adequada de anticorpos”, alerta a secretária, mencionado que a vacina será aplicada até as doses terminarem em Bebedouro.

Até 1º de julho, segundo levantamento da Vigilância Epidemiológica, a cidade havia imunizado: 82% de crianças (4.143), 59% de gestantes (406); 86% de trabalhadores da saúde (2.125); 69% de puérperas (78); 56% de professores (782); e 58,4% de idosos (8.695). Na cobertura geral, 66% da população foi imunizada.

Publicado na edição 10.591, de sexta-feira a terça-feira, 9 a 13 de julho de 2021.