Bebedouro no mapa

0
103
A força política de Fernando Galvão e do deputado federal Geninho Zuliano junto ao vice-governador Rodrigo Garcia vai trazer o governador Doria à região, passando por Olímpia, Bebedouro e Barretos, na próxima semana, em 2 de setembro. Aqui, a pauta envolve o viaduto da Raul Furquim e o Hospital Estadual. É Bebedouro no cenário político.

Memória afetiva

No processo de reforma da Fonte, em conversa com o coordenador de Turismo, Marcus Lucius, pudemos trocar informações sobre as plantas originais que ornamentavam seus canteiros quando foi inaugurada, em 1961. As senhoras amigas que se reuniam constantemente pra fazer algum bem pra alguém, naquela época, também se reuniram para plantar e cada uma incumbiu-se de doar mudas de antúrios e juntas, fizeram florir a base da Fonte. Bons e lindos tempos. Lucius deu sequência. Obrigada.

Natureza dá show

Mesmo sendo tão maltratada, a natureza nos lembra, a cada ciclo, que a beleza está em seu DNA. Nesta semana, quem passou pela lateral da Matriz de S. João Batista deslumbrou-se com um dos mais belos shows dessa natureza castigada.

Frase da semana

“A maior ameaça à democracia está na desigualdade. E é sobre ela que devemos concentrar os nossos esforços”.

Murillo de Aragão, advogado, jornalista, professor e cientista político, articulista da Revista Veja.

Sabotagem imaginária

Na sessão da Câmara de segunda (23) foi a vez de o vereador Paulo Bianchini subir à Tribuna, com o exemplar da Gazeta em mãos, para proferir as maledicências de praxe,  por aqueles que não sabem conviver com a verdade.

Impressionante como as duras críticas contra a imprensa têm feito adeptos, depois do exemplo do presidente da república. Admitindo não ler além de manchetes, Bianchini acusou a Gazeta de sensacionalista pelo título de abertura da edição sobre o julgamento em segunda instância de ação contra seu irmão Italiano, por desvio de verba pública. A mim, chamou de medrosa porque eu temeria o regresso de Italiano à Prefeitura por “acabar com a mamata”. Contra a maledicência, meu desprezo e sobre seu julgamento malicioso, não poderia ser outro, a medir por sua régua. A Gazeta de 97 anos não está de pé por “mamata”, sinto desapontá-lo. Quanto ao meu pai, mencionado por Bianchini, pra dizer ter feito uma pesquisa para saber quem foi ele, só mostra de novo seu desapreço pela informação. Juca Caldeira foi sim, um grande homem para Bebedouro e um jornalista temido por políticos que ousassem agir fora das 4 linhas. A Gazeta de hoje trilha o caminho pavimentado por ele.

Sabotagem imaginária 2

Caro vereador Paulo Bianchini, a Gazeta não precisa fabricar notícias negativas quando se trata do ex-prefeito Italiano. Por sua gestão ter sido eivada de indícios de crimes contra o erário, com várias ações em andamento, vira e mexe, o judiciário dá conta de uma delas. Vou resumir a notícia da Gazeta, já que o vereador não aprecia a leitura, como ele mesmo admitiu. A última sentença envolvendo seu irmão foi a diminuição da pena, cujo original expedido pela instância de Bebedouro, era de 12,8 anos de reclusão em regime fechado, por desvio de verba na construção dos prédios sociais no Residencial Pedro Paschoal.

Sabotagem imaginária 3

Esta revisão o absolveu de dois crimes, associação criminosa e falsidade ideológica, tendo sido mantida a de crime de responsabilidade por não ter havido conclusão da obra e o pagamento à construtora Ddasa ter sido feito por 96% dela. A diferença à época, em 2014, é de cerca de R$ 300 mil. Cabe recurso ao STJ, mas, segundo seu advogado de defesa, nestas instâncias superiores não pode ser feita reanálise de provas, então Vinícius Lodo estuda o melhor caminho. Sua pena foi para 3,4 anos em regime aberto.

Amnesia

Num afago a seu líder de partido, pegando carona na fala de Bianchini, o vereador médico Edgar Cheli foi à Tribuna elogiar a gestão da Saúde do então secretário Piffer, enquanto Italiano era prefeito. Só esqueceu-se de mencionar a obra embargada do que seria uma UPA, à frente do HM e que virou depositário de lixo e mosquitos da dengue, exatamente pelos mesmos motivos da obra mencionada na outra ação: Pagamentos irregulares por medições de obra inacabada. Desta vez não deu nem pra aproveitar as paredes levantadas porque a obra foi condenada pela perícia, sem perspectiva de conclusão. Só não foi ainda demolida porque a ação corre na justiça. Fatos não fakes.

Live Roupa Nova

Em comemoração aos dois anos do Instituto Credicitrus e contribuindo com instituições e pessoas vulneráveis nas cidades em que a Credicitrus atua, neste sábado (28), às 20h30, tem live do ‘Roupa Nova’, com transmissão ao vivo pelo youTube do instituto.

“Comemorar dois anos de atuação do Instituto Credicitrus com tantas ações realizadas em benefício da comunidade é um orgulho para nós. A live ‘Juntos Pelo Amanhã’ com ‘Roupa Nova’ é mais uma  grande ação cultural para nossos cooperados e, ao mesmo tempo, uma oportunidade em que somaremos forças na Campanha Cooperação Contra a Fome, pois todas as doações serão revertidas para a compra de cestas básicas”, diz Maria Tereza Uchôa, presidente do Instituto Credicitrus à Gazeta.

Vivendo e aprendendo

Ainda existem muitos preconceitos que cercam a indústria dos games, um deles é que videogames são coisas de homem. Segundo a PGB (Pesquisa Game Brasil), as mulheres hoje, representam 52% da comunidade gamer do país. E graças à sua experiência e habilidade nos controles, elas vêm ganhando espaço neste mundo virtual e mostrando que ser gamer não é exclusividade de nenhum gênero.

Outro estigma classifica os gamers como pessoas solitárias que passam o dia todo no computador sem gostar de interagir. De acordo com dados do PGB, uma sessão de jogo dura entre 1 e 3 horas e, durante esse período de pandemia, 5 em cada 10 jogadores brasileiros organizaram mais sessões de jogos online com amigos e até 24% dos pais e avós consideraram brincar com seus filhos e netos para passar o tempo com a família. E foi assim que os videogames, por meio da criação de comunidades e socialização online, também se tornaram uma alternativa para facilitar a interação com outras pessoas.

Publicado na edição 10.605, de 28 a 31 de agosto de 2021.