Bebedouro promove vacinação de segunda a sexta-feira

Gestantes, profissionais da educação e faltosos são próximos públicos a serem imunizados.

0
70
Agenda cheia – Secretaria Municipal de Saúde promove vacinação para gestantes, profissionais de educação e público faltante de quarta a sexta-feira (9 a 11). (Gazeta)

O cronograma de vacinação em Bebedouro, nesta semana, está cheio, com imunização de segunda a sexta-feira (11). Dois dias foram reservados para aplicação de doses aos faltosos de faixas etárias que já deveriam ter se vacinado. Todos os grupos agendados devem ir até a Feccib velha, das 8h às 11h.

Seguindo determinação do Governo de São Paulo, na segunda-feira (7), a Secretaria Municipal de Saúde promoveu o ‘Dia D’ para quem perdeu as datas da 1ª ou 2ª dose. Puderam participar da campanha, aqueles listados nos grupos prioritários já liberados pelo cronograma estadual e federal, como profissionais de saúde; da educação básica, acima de 47 anos; pessoas com comorbidades e deficientes que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada), de 30 a 59 anos; idosos acima de 60 anos e gestantes com comorbidades.

Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Thais Teixeira, eram esperados aproximadamente 800 pessoas e cerca de 550 doses foram aplicadas. A determinação do Estado era que o ‘Dia D’ fosse realizado no sábado (5), porém, Teixeira diz: “Bebedouro não tem fluxo que demande abrir data no fim de semana”.

Na terça-feira (8), foram recebidas 880 doses para jovens de 18 a 29 anos com comorbidades e deficiências, concluindo o grupo de doenças crônicas e permanentes.

Novos grupos

Para quarta-feira (9), a Secretaria organiza um novo ‘Dia D’, visando concluir a imunização daqueles que não receberam a vacina, na segunda (7). Pessoas com comorbidades devem apresentar comprovante de sua condição.

Já na quinta-feira (10), dois grupos vacinam-se paralelamente: grávidas sem comorbidades, com 18 anos ou mais, em qualquer idade gestacional, desde que comprovem gravidez através de carteira pré-natal; e profissionais de educação básica (professores e funcionários), de 45 e 46 anos.

Na sexta-feira (11), pessoas com deficiência permanente, que não recebem BPC, podem se vacinar, apresentando atestado médico.

Em todos os casos, é fundamental levar CPF, documento de identidade e realizar pré-cadastro na plataforma ‘Vacina Já!’ (vacinaja.sp.gov.br).

Publicado na edição 10.584, de 9 a 11 de junho de 2021.