Bebedouro registra umidade relativa do ar abaixo de 11%

Presidente do Saaeb Ambiental afirma que autarquia está investindo em melhorias, mas bebedourenses precisam fazer uso racional da água.

0
219
Prejuízo à saúde - Vários focos de incêndios foram registrados na terça-feira, em Bebedouro e região. Um deles ocorreu no espaço atrás da Estação Cultura. (Divulgação/Defesa Civil)

O clima de deserto voltou a Bebedouro nas últimas semanas. Na segunda-feira (19), das 14h39 às 16h56, a cidade registrou o dia mais seco do ano, com umidade relativa do ar abaixo de 11%, segundo dados da Defesa Civil de Bebedouro. “Foram horas e horas com umidade abaixo de 11%. Nível preocupante”, alerta o presidente do órgão, Márcio Martins, completando. “Tempo extremamente seco, com baixas temperaturas na madrugada e, dependendo do dia, à tarde, os termômetros estão atingido 30 graus”.

Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.

Publicado na edição 10.594, de quarta a sexta-feira, 21, 22 e 23 de julho de 2021.