Com 10 casos em 24h e uma morte suspeita, Bebedouro continuará em quarentena

Em coletiva de imprensa, com transmissão ao vivo pela Gazeta, prefeito anuncia o decreto estadual que a cidade está sujeita.

0
8236
(Gazeta)

Movido pela deliberação estadual, anunciada pelo governador João Doria na segunda-feira (6), e pelo aumento exponencial de casos suspeitos na cidade, o prefeito Fernando Galvão promoveu coletiva de imprensa, na tarde de terça-feira (7), com participação de representantes de diferentes áreas da economia, como lojas, supermercados, bancos e lotéricas, para anunciar novas medidas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A Gazeta fez transmissão ao vivo, que pode ser acessada através de sua página oficial no Facebook (facebook.com/GazetaDeBebedouro). A cobertura completa do evento, com o novo decreto assinado pelo prefeito, estará disponível na versão impressa, na edição de sexta-feira (10).

Para dar início à coletiva, Galvão atualizou os casos da doença em Bebedouro, que em 24 horas registrou aumento de 10 pacientes suspeitos, dentre eles, o primeiro óbito sob investigação.

Na tarde de segunda (6), a cidade tinha 46 casos suspeitos do vírus, que passaram para 56, na tarde de terça (7). Os números estavam em 54 até o meio dia, mas minutos antes da coletiva, duas novas coletas foram realizadas pela Vigilância Epidemiológica. Quatro pacientes já receberam diagnóstico positivo para a doença e outros quatro foram descartados.

Os três primeiros casos suspeitos fora notificados em 17 de março e três semanas depois, 1.800% de aumento. “Casos suspeitos, não são confirmados, mas são indicativos de que o vírus está circulando pela cidade”, analisa o prefeito.

Segundo a coordenadora da Vigilância, Thais Teixeira, o óbito suspeito é de uma menina de 13 anos, que deu entrada na UPA 24h (Unidade de Pronto Atendimento) por volta da meia noite com síndrome respiratória grave. A paciente tinha doenças crônicas e sobrepeso, que intensificaram seu quadro.

“Por apresentar sintomas parecidos com da Covid-19, principalmente a síndrome respiratória, principal sintoma do vírus, o médico plantonista solicitou a coleta do exame, que foi realizado pela Vigilância e encaminhado ao laboratório conveniado. Aguardamos o resultado dentro de cinco ou seis dias”, explica Teixeira a Gazeta.

Por tratar-se de morte suspeita, o sepultamento da menina foi em caixão lacrado e para poucos familiares.

 

Novas medidas

Em concordância com a continuidade das medidas de isolamento social anunciadas por Doria, Galvão afirmou que “a determinação é valida para os 645 municípios do estado e Bebedouro tem obrigação constitucional de segui-las. Decreto não se discute e hierarquia foi feita para ser seguida”.

A Prefeitura editou novo decreto, seguindo as determinações do estado e intensificando medidas na cidade para comércio, agências bancárias, lotéricas e supermercados, que passam a valer a partir de quarta-feira (8), assim como a nova determinação estadual.

O prefeito garantiu que haverá intensificação da fiscalização através dos serviços de segurança e departamento de Planejamento Urbano do município, para que haja cumprimento das medidas de prevenção à Covid-19.