Confira a capa da Gazeta, edição de nº 10466, de 22 a 28 de fevereiro de 2020

A folia na região do Lago começa com Banda da Lua

0
57
Chegou a época mais aguardada pelos amantes do Carnaval. E em uma cidade tão festiva como Bebedouro, a folia de Momo não poderia faltar. Os tradicionais blocos de rua e shows com bandas bebedourenses compõem a festa com cenário garantido na região do Lago Artificial “João Valente Filho”.
A novidade deste ano é a praça Santa Paula Frassinetti, que receberá a infraestrutura da festa, no sábado, domingo e segunda-feira (22, 23 e 24), das 21h à 1h. “… Por ser uma região turística, ampla e que possibilita receber o público, com maior comodidade”, esclarece o diretor de Cultura, Glauco Corrêa, sobre o local escolhido.
Segundo Corrêa, a expectativa da Prefeitura é receber em torno de 10 mil pessoas, nos três dias de festa.
Abrindo a folia, no sábado (22) apresenta-se a Banda da Lua. O grupo com 16 integrantes não para de ensaiar, mas os intensifica na época do pré-Carnaval, segundo um de seus fundadores, o Gão. “Estamos expandindo repertório, que passou de 40 para mais de 50 músicas”, contabiliza, cujo repertório passa pelo pagode, funk e rock, transformados em samba.
A banda convida os leitores para o show de sábado (21), que homenageará Fauze Mustafa Bazzi, dentista, músico e carnavalesco, falecido em dezembro de 2019. “Fauzão foi integrante e incentivador da Banda da Lua. Ele admirava a banda e nada mais justo que oferecer este show em honra de sua memória”, emociona-se Gão.
No domingo (23), é a vez do Bloco Bruzingada, grupo formado pela família Brozinga, estreante no Carnaval bebedourense. “Coração está a mil, mas unindo música e família, não tem como dar errado”, diz o líder Brozinga.
Na segunda de Carnaval (24), apresenta-se a banda Samba de Boteco, com Ana Maria Pereira, à frente. A banda que teve início em 2013 e há seis anos toca no Carnaval tem 10 integrantes e apresenta marchinhas conhecidas do público. “Apesar de não ser a primeira vez no palco, a expectativa é cada vez melhor. Queremos fazer uma festa linda”, diz Pereira.