De Bebedouro para a Europa: O talento do futsal

0
115

Mauro Toller diz que ser feliz no que se faz é a coisa mais importante. Ele é um grande exemplo disso. Aos 17 anos surgiu em sua vida, a oportunidade de jogar em uma equipe de futsal da Itália. O frio, a nova língua, a cultura diferente e a distância da família eram barreiras que precisavam ser superadas se Maurinho realmente quisesse buscar sua felicidade.

Campeão da Liga Italiana de Futsal – “O luparense é um time campeão, uma sociedade séria que sempre montou um time para lutar, para vencer”, diz Mauro Toller

 

Gazeta – Onde nasceu e quando?
Mauro – Dia 25 de junho de 1986, em Bebedouro.

Gazeta – Em quais lugares de Bebedouro morou?
Mauro – Até os cinco anos de idade no Centro, desde então no bairro Jardim Paraíso onde moro até hoje quando passo as férias em Bebedouro

Gazeta – O que costumava fazer na sua infância?
Mauro – Jogava bola sempre que possível, no Bebedouro Clube, na rua, nos terrenos perto de casa, nas quadras das escolas, e outras brincadeiras de criança na rua como pega-pega, esconde-esconde…

Gazeta – Em quais escolas estudou?
Mauro – Estudei por muito tempo no Colégio Anjo da Guarda e o antigo colegial no Espaço Livre, mas também passei um ano pelo Objetivo e um pela Paideia, ainda na pré-escola.

Gazeta – Alguma marcou mais? Por que?
Mauro – Posso dizer que as duas onde passei mais tempo marcaram bastante pelo fato de ter feito tantos amigos que levo comigo até hoje e também pelo bom ensino e educação que me deram, principalmente pelos Jogos da Primavera, sempre ganhávamos no geral com o Anjo da Guarda e no futsal com o Espaço Livre.

 

(…)
Leia mais na edição n° 9450, dos dias 15, 16 e 17 de setembro de 2012.