Hospital está sem estoque de remédios

0
218

Fornecedores não entregavam medicamentos com receio de tomar calote da administração passada.

Calamidade – Pacientes da Ala de Observação só podem contar com dois respiradores porque três equipamentos estão quebrados.

Os estoques de medicamentos e materiais hospitalares do Hospital Municipal Júlia Pinto Caldeira acabam na segunda-feira (7). Os fornecedores não entregaram os produtos com receio de não receber da gestão passada.
O novo diretor de Saúde, Eurico Medeiros Júnior renegocia com as empresas e tenta restabelecer a credibilidade financeira do Governo para conseguir manter o atendimento da população.