Nos 70 anos da telenovela no Brasil, Globo anuncia ‘O Clone’ nas suas tardes

Marcos Pitta

0
27
Amor impossível - Jade e Lucas apaixonam-se no primeiro capítulo, à primeira vista, e esse amor enfrenta todas as barreiras possíveis nos 221 capítulos de ‘O Clone’. (Márcio de Souza/Globo)

Faltam pouco menos de 30 capítulos para a reprise de ‘Ti-Ti-Ti’ chegar ao fim no ‘Vale a Pena Ver de Novo’ e os fãs de novelas estavam com os nervos à flor da pele para que a Globo anunciasse a substituta. Eis que na manhã de terça (30 de agosto), Ana Maria Braga anunciou, durante o ‘Mais Você’, que ‘O Clone’, grande sucesso de Glória Perez voltará ao ar a partir de 4 de outubro.

A emissora fez o maior suspense em torno do novo título de reprises e isso aconteceu por diversos fatores, dois deles extremamente importantes: a audiência que a atual reprise derrubou e a comemoração dos 70 anos de telenovela no Brasil.

Dias atrás, alguns colunistas e críticos de televisão haviam divulgado que a Globo escolheria um ‘medalhão’ para o ‘Vale a Pena Ver de Novo’, pois queria comemorar a história da telenovela e reerguer os números da faixa, levando em consideração que o público é mais propenso a assistir histórias antigas.

Desde que essa informação saiu, as especulações foram muitas: ‘Mulheres de Areia’, ‘Tieta’, ‘Vale Tudo’ e ‘A Próxima Vítima’, todas as novelas clássicas. O público até cogitou ‘Alma Gêmea’, grande sucesso de Walcyr Carrasco em 2006, mas que já está confirmada para reprise no canal Viva, em novembro. ‘O Clone’, apesar de muito pedida, foi recém-reprisada no canal fechado e, por isso, não era muito esperada. Mas aconteceu.

O que muitos críticos desta escolha não levam em consideração é que a grande maioria dos telespectadores não tem acesso a TV fechada e nem a assinatura do streaming. Portanto, não assistiram a reprise no Viva, em 2020 e nem maratonaram a novela no Globoplay, quando foi lançada no final do ano passado. Para a esmagadora maioria, a última oportunidade de ver a trama de Jade (Giovanna Antonelli) e Lucas (Murilo Benício) foi em 2011, quando a Globo também reprisou a novela.

A escolhida da vez tem tudo que a emissora precisa neste momento. Trata-se de um clássico, com personagens marcantes, cenas memoráveis e sucesso de audiência. Ou seja, se nenhum fenômeno acontecer, ‘O Clone’ vai entrar para a história mais uma vez e tem tudo para levantar o ibope do horário, alavancando, consequentemente, todas as outras produções da grade que vêm na sequência, como a novela das seis, sete e das nove.

A história assinada por Glória Perez reúne tudo que um bom folhetim precisa: amor impossível, personagens carismáticos, bordões que caem na boca do povo, uma direção primorosa e muita, mas muita nostalgia.

O ‘Vale a Pena Ver de Novo’ acertou na escolha e os títulos que ainda vêm pela frente poderiam seguir a mesma linha, novelas clássicas, de grande sucesso e que provocam no público a sensação de revisitar a época da exibição. Jade e Lucas vêm ai e os 70 anos de novela no Brasil estão muito bem representados.

Em Tempo: Se nada mudar, a emissora irá produzir um documentário sobre esta data histórica da produção de novelas no país e deverá levar ao ar, em dezembro, provavelmente como um especial de fim de ano.

Publicado na edição 10.607, de  4 a 10 de setembro de 2021.