Que estranho, deputado!

0
101

Tomar para si a paternidade de obra que não fez é provocar protesto evitável.

A propaganda é a alma do negócio, principalmente na política, mas até neste ramo é fundamental o bom comportamento. Inegável o empenho do deputado estadual Roberto Engler (PSDB) em favor de Bebedouro, porém esta semana, em um release, o texto faz entender que ele seria responsável pela liberação da verba de restauro e reforma da escola estadual Abílio Manoel.
A reivindicação para conseguir a restauração da escola centenária da cidade, surgiu de pedido da diretora de redação da Gazeta, Sarah Cardoso, ao então presidente da Assembleia Legislativa, José Carlos Vaz de Lima (PSDB), na época, companheiro de bancada do deputado estadual francano.
A autorização para liberação de verba para restauração foi assinada por Vaz de Lima, em Barretos, interinamente como governador, enquanto José Serra (PSDB) estava em viagem, fora do país. Na Gazeta, o fato foi divulgado com a foto.
Outro fato, a instalação da Etec em Bebedouro, aconteceu graças a Vaz de Lima, que atendeu pedido do então prefeito Hélio Bastos, que também havia solicitado a duplicação do trecho urbano da Rodovia Armando de Salles Oliveira. Ambos os pedidos foram acatados por Vaz de Lima e concretizados.
Engler foi fundamental para a vinda da Fatec para Bebedouro, obra importantíssima para a cidade, portanto já mereceria o respeito de todos por esta conquista. Porém, perde muitos pontos ao tentar assumir a paternidade de outras conquistas, principalmente da restauração do Abílio Manoel. Neste estabelecimento, ele conseguiu a cobertura de uma quadra poliesportiva.
O mais interessante é ver que o parlamentar fundamental para estas conquistas, Vaz de Lima, há muito tempo não passa em Bebedouro. Nunca pede para ser citado a toda sessão da Câmara e nem exige reverências de quem quer que seja.
Vaz acredita ter cumprido com sua obrigação política ao obter mais obras e benfeitorias para Bebedouro. O deputado deveria estar presente no descerramento da placa em comemoração ao fim do restauro da Abílio, mas estava em reunião com prefeitos do Vale do Paraíba, para ouvir e anotar suas reivindicações. Em respeito a compromisso inadiável, não pode comparecer.
Política não é apenas fazer discurso, descerrar placas e aparecer na foto. É ter a humilde consciência de que se ocupa um cargo temporário, com a missão de usar este curto tempo para ajudar o maior número de pessoas possível, que quando se sentem agradecidas dão-lhe voto de confiança para prorrogar seu mandato.
Todo nosso respeito ao parlamentar Roberto Engler por acreditarmos que provavelmente, tenha ocorrido a construção equivocada de um texto de release, porque sabemos que no PSDB, um dos partidos mais sérios do país, reina o respeito entre seus filiados, principalmente aqueles que têm mandato. Porque todos têm como modelo, o comportamento ético do saudoso líder político e ex-governador Mário Covas.
Publicado na edição nº 9688, do dia 1º a 5 de maio de 2014.