Quinhentos quilos para provar que a coisa não está boa

0
73

Meia tonelada de maconha apreendida prova que Bebedouro está precisando de mais investimentos em Segurança Pública.

Em primeiro lugar, a cidade deve parabenizar o delegado da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), Mauricio Vieira Silva que conseguiu apreender 500 quilos de maconha no Jardim de Lúcia. A equipe de investigadores fez ótimo trabalho de apuração e esperaram o momento certo para dar o flagrante em suspeitos de tráfico de drogas.
Depois do parabéns vem o espanto de todos que souberam da quantidade de droga apreendida. Ninguém é tolo de pensar que isto serviria para consumo próprio ou só dos viciados de Bebedouro. O carregamento era para abastecer as cidades da região.
Meia tonelada foi apreendida, porém, quantos quilos de crack, cocaína e outros entorpecentes circulam diariamente pela cidade e sequer são pegos pela polícia?
Salientamos que a culpa desta situação nunca pode ser colocada nas costas dos policiais. Quando se liga no 190 para denunciar e nem sempre é enviada uma viatura é porque há cota de utilização de combustível, e além disto, o efetivo está muito aquém da necessidade da cidade.
De acordo com informações de bastidores da Secretaria de Segurança Pública, a culpa da falta de investimento em recursos humanos em Bebedouro é da própria cidade que não tem a quantidade assustadora de roubos e homicídios de Barretos, onde instalou-se uma companhia com centenas de policiais.
Mas será que é apenas esta matemática macabra feita por técnicos do Governo de São Paulo que pode definir o efetivo de policiais para cada cidade? Em resumo, isto é a mesma teoria de duplicar as trancas da porta, depois dela ser arrombada.
Para piorar, a leitura equivocada do Estatuto da Criança e do Adolescente permite inúmeras brechas que liberam adolescentes pegos em flagrante de tantos delitos.
A cidade tem de aplaudir de pé a equipe da Dise pela apreensão de 500 quilos de maconha, mas todo dia essa mesma cidade se vê obrigada a ajoelhar e rezar para que Deus mande um anjo evitar que a casa seja furtada ou roubada. Simplesmente porque Bebedouro não tem a quantidade de policiais suficiente para dar tranquilidade a todos. Só por Deus mesmo.
Governador, orai por nós.

 

Publicado na edição n° 9472, dos dias 8 e 9 de novembro de 2012.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAnote
Próximo artigoA comunhão no altar da pátria