Sobem casos positivos e mortes por Covid-19 em Bebedouro

Até segunda (1º), cidade soma 48 pacientes com a doença e dois óbitos. Isolamento é de 52%, aponta Simi-SP.

0
218

Neste fim de semana, quatro novos casos positivos da Covid-19 foram registrados em Bebedouro, segundo levantamento da Vigilância Epidemiológica desta segunda (1º). Dos 48 pacientes confirmados com a doença, 35 são de Bebedouro e 13 são moradores da microrregião.

Os casos descartados subiram para 194, sendo 152 de Bebedouro e 42 da região. Ainda de acordo com o boletim da Vigilância Epidemiológica, 16 pessoas aguardam resultados de exames, sendo 13 bebedourenses e três moradores da microrregião. Outros 32 são pacientes recuperados do novo coronavírus. No total, 258 notificações foram contabilizadas, desde os primeiros registros, em 17 de março.

Não há internações em estado grave, na UTI. Bebedouro soma quatro internações leves, em enfermarias do Hospital Municipal e da Unimed.

Um novo óbito de bebedourense em hospital da região foi contabilizado. Assim como a primeira morte, a vítima passava por tratamento contra câncer em Barretos, onde contraiu Covid-19 e foi a óbito. Em ambos os casos, por serem moradoras de Bebedouro, as mortes devem ser contabilizadas nos locais de residência das vítimas, não no local do óbito, conforme determinação do Ministério da Saúde.


Índice de isolamento

O Simi-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente), que contabiliza o índice de isolamento das cidades paulistas com população acima de 70 mil habitantes, aponta que o isolamento em Bebedouro volta a subir, porém, deixa de constar no ranking das 20 cidades com índices mais altos do estado.

O último levantamento divulgado pela Gazeta mostrava que na quinta (28 de maio), o isolamento de Bebedouro estava em 51%. Na sexta (29 de maio), o índice sofreu leve queda, ficando em 50%, mantendo a mesma taxa no sábado (30 de maio). Já no domingo (31 de maio), voltou a subir para 52%.

Dentre os municípios da região, analisados pela Gazeta, Bebedouro segue com índice mais alto, seguida de Ribeirão Preto, Jaboticabal, Sertãozinho, Matão, São José do Rio Preto e Barretos.