Vereadores de oposição rejeitam compra de veículos para lixo e saúde

Financiamento de R$ 492 mil da Desenvolve São Paulo, seria pago em 72 meses, com juros subsidiados e muito abaixo do mercado e carência de 6 meses.

0
6925
(Divulgação/Câmara Municipal)

Por 5 votos a 4, a Câmara Municipal rejeitou o projeto de lei 30/2019, de autoria do Executivo, que autorizaria financiamento através da Desenvolve São Paulo, no valor de R$ 492 mil para compra de caminhão de lixo e van para transporte de pacientes.
Segundo o controller da Prefeitura, Nogueira, a ideia era setorizar a coleta da cidade. “Com o dinheiro utilizado nas manutenções e consertos hoje, pagaríamos tranquilamente a parcela do financiamento, mas infelizmente, por política, perdemos e o pedido será arquivado”, explica.
Um dos fatores apontados por vereadores da oposição seria a dívida de R$ 148 milhões do Executivo. “O argumento deles não se justifica. Entretanto esta é a forma dos vereadores de oposição mostrarem que está tudo errado”, lamenta o coordenador Mário de Sá.

(…)

Leia mais na edição 10402, de 12, 13 e 14 de junho de 2019.