A enfermeira Michiko morre em decorrência da Covid-19

Após 44 dias na UTI, Michiko Saito Yamada faleceu na sexta-feira (7), no Hospital Unimed Bebedouro.

0
126
Despedida - Por mais de 25 anos, Michiko Yamada atuou na Saúde Pública e sempre amou o que fez, por isso, tornou-se uma profissional tão querida e respeitada por onde passou. (Gazeta)

Na tarde de sexta-feira (7), por volta das 17h30, faleceu em decorrência de complicações da Covid-19, a enfermeira Michiko Saito Yamada, 58, após 44 dias internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Unimed Bebedouro.
Há mais de 25 anos, atuando na Saúde Pública, sempre amou o que fez, por isso, tornou-se uma profissional tão querida e respeitada por onde passou. Tímida, discreta, apaixonada pela família e pelos amigos, esta enfermeira deu lição de vida, quando o quesito era o acolhimento aos pacientes.

Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.

 

Publicado na edição nº 10509, de 12 a 14 de agosto de 2020.