Ação de improbidade contra Galvão por falta de repasse ao Sasemb é julgada improcedente

No quarto processo, considerado sem fundamentação, prefeito Galvão é absolvido.

0
393

Mais uma Ação Civil Pública, movida pelo Ministério Público, alegando improbidade administrativa por parte do prefeito Fernando Galvão foi julgada improcedente. O processo pede reconhecimento de improbidade por falta de repasse integral da parte patronal ao Sasemb (Serviço Assistencial dos Funcionários e Servidores Municipais de Bebedouro).
A ação foi movida pelo MP, que por sua vez, foi acionado por meio de ofício expedido pelo Conselho Municipal de Previdência. Foi aberto inquérito de investigação por suposto ato de improbidade administrativa do prefeito Fernando Galvão, em virtude da falta do repasse integral da parte patronal à Previdência Municipal, o Sasemb, autarquia previdenciária do município.

Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.

Publicado na edição de nº 10413, de 27 a 30 de julho de 2019.