Artistas da fotografia

0
116
Assis Porto, Nilson Chinez e Jorge Ceccato

Vidas dedicadas à profissão atrás das lentes. A paixão deles sempre esteve no click, registrando paisagens, pessoas, acontecimentos marcantes e históricos. Jorge Ceccato, 46, era adolescente quando começou a carreira como entregador, no estúdio Jopa, onde agarrou a oportunidade de trabalhar no laboratório e apaixonou-se pela profissão. José de Assis Porto, 61, foi levado pela mãe ao estúdio do falecido José Chinez, quando tinha 15 anos. Lá, trabalhou limpando o estabelecimento e, tempos depois, já estava atendendo clientes, retocando negativos e tirando fotos. Hoje, ele registra casamentos, sua especialidade, inovando nos ângulos e nos books. O berço de Nilson Chinez, 63, foi o estúdio do pai, onde ajudava nas tarefas diárias e dedicava-se ao aprendizado. Chinez pensa em aposentar-se em breve e, sem filhos no ramo da fotografia, a tradição ficará apenas na memória de Bebedouro. Em 8 de janeiro comemorou-se o Dia do Fotógrafo. A Gazeta homenageia todos os profissionais da cidade, através do Gente desta edição.

(…)

Leia mais na edição n° 9497, dos dias 12, 13 e 14 de janeiro de 2013.