Bebedouro deve cancelar Reveillon e Carnaval. Máscaras continuarão obrigatórias

Apenas um caso positivo é confirmado na cidade em sete dias. 79% da população está imunizada com as duas doses.

0
71

Assim como várias cidades e capitais do Brasil, Bebedouro deve cancelar as festas de Reveillon e o Carnaval, em 2022. À Gazeta, o prefeito Lucas Seren confirmou ainda que o uso de máscara em locais abertos continua sendo obrigatório: “Haverá live na quarta-feira (8), às 18h, para explicarmos todas as medidas e critérios a serem adotados em relação às comemorações de fim de ano, além de esclarecer a população sobre os cancelamentos”.

As medidas estão sendo tomadas como forma de prevenção à proliferação do vírus, principalmente por conta da variante Ômicron, com seis casos já confirmados no Brasil. Por esta razão, também, houve antecipação da vacinação com a dose de reforço, reduzindo de cinco para quatro meses, o intervalo entre a segunda dose e a adicional.

Em Bebedouro, o número de faltosos da segunda dose está em 4.197 e da dose de reforço, 8.652. Segundo a Vigilância Epidemiológica, o número é alto pela antecipação, pois o sistema contabiliza todos que tomariam a dose extra em janeiro, já em dezembro.

Sobre os mutirões no fim de semana em supermercados, rua do comércio e Feira Livre, a assistente administrativa da Vigilância, Naura Favaretto confirma e faz balanço das doses aplicadas por dia: “No sábado fizemos 498 aplicações e, no domingo, foram 283”.

Com a abertura do comércio à noite pelo Natal, haverá mutirão de vacinação todos os dias, com objetivo de incentivar as pessoas que passem pelo Centro a completarem a imunização. A Vigilância estará na rua do comércio, a partir de segunda (13), das 17h às 21h.

A imunização segue avançando na cidade, o vacinômetro atualizado pelo governo do estado de São Paulo, às 12h de terça-feira (7), confirmava 63.893 bebedourenses com a primeira dose, 82,38% da população. Com a segunda dose ou dose única são 61.113 pessoas, (78,80%).

1.569 bebedourenses procuraram os pontos de vacinação para tomarem a dose de reforço. Na última atualização da Gazeta, com dados de 3 de dezembro, o número de pessoas com a dose adicional era de 9.589 e agora são 11.158, representando 14,39% da população.

Casos e internações

De 1º a 7 de dezembro, Bebedouro confirmou apenas um caso de Covid-19, segundo Boletim da Vigilância Epidemiológica. Desde o início da pandemia, foram 12.277 infectados. A cidade não tem mortes pela doença desde 4 de outubro, permanecendo em 340 óbitos. São 64 dias sem registro de mortes

Há um internado em leito de UTI na rede privada e nenhum em enfermaria. No Hospital Estadual, todos os leitos de UTI e enfermarias estão vazios. O boletim confirma quatro pessoas em monitoramento e outras 14 aguardando resultados de exames.

Taxa de transmissão

A Taxa de Transmissão (Rt) na regional de Barretos, a que Bebedouro pertence, voltou a cair. Na última atualização da Gazeta, em 4 de dezembro, a taxa estava em 0,93 e agora está em 0,87 (-6,45%). As demais regionais sempre acompanhadas pela Gazeta também tiveram queda na taxa de transmissão em quatro dias. Ribeirão Preto estava com 0,86 e agora marca 0,78 (-9,30%). São José do Rio Preto teve queda de 9,78% (0,92 X 0,83). Franca estava com 0,83 e agora registra 0,76 (-8,43). Araraquara continua com menor taxa entre as regionais, 0,65, antes era de 0,71 (-8,45%).

Publicado edição 10.630, de 8 a 10 de dezembro de 2021.