Bebedouro é eleita a 2ª cidade em ‘Responsabilidade Social’

0
290

Os dados são do ranking ‘As Melhores Cidades do Brasil’ da revista IstoÉ  que mapeou o desenvolvimento econômico  de municípios de pequeno, médio e grande porte.

Bebedouro conquistou o 2º lugar em Responsabilidade Social, no ranking “As Melhores Cidades do Brasil 2015”, na categoria ‘municípios de médio porte’, da Revista IstoÉ.
O prefeito Fernando Galvão (DEM) recebeu o prêmio pelos avanços sociais da cidade, na quarta-feira (14), em São Paulo, com a participação de centenas de prefeitos, deputados e políticos de todas as agremiações partidárias.
“A classificação mostra que nossos projetos e políticas públicas estão se consolidando com sucesso. Temos muitos desafios pela frente e vamos continuar batalhando para nossa cidade se destacar cada vez mais”, comemora Galvão, que se sentiu honrado por compor o seleto grupo.
“No primeiro semestre, Bebedouro ficou entre as cidades que mais geraram emprego no país e no Estado de São Paulo e estamos nos mostrando fortes perante a crise. Estamos trabalhando com seriedade e os resultados começam a aparecer”, enfatiza o prefeito.
Para o levantamento, a Revista IstoÉ e a consultoria Austin Ratings considerou a evolução de 212 indicadores, em análises quantitativas e qualitativas, de 5.565 cidades brasileiras, classificadas por portes – pequeno (até 50 mil habitantes), médio (50 mil a 200 mil habitantes) e grande (acima de 200 mil habitantes). O objetivo da publicação foi mapear o nível de desenvolvimento socioeconômico, em um conjunto de indicadores nas áreas social, econômica e digital, que resultou no primeiro e mais abrangente ranking das Melhores Cidades do Brasil.
“Queremos ajudar o Brasil a conhecer as experiências que estão dando certo, para que possam ser replicadas em todo o País”, diz Caco Azulgaray, responsável pela publicação da Revista IstoÉ. “Bebedouro se destacou entre as melhores cidades do Brasil em diversos indicadores e o ranking vai mostrar o município para todo o país, atraindo mais investimentos e negócios”, completou Mauricio Arbex, diretor da Revista.
Alzugaray destacou a importância de um estudo tão aprofundado. “Em um momento econômico e político tão delicado como o que vivemos, assumimos o papel da vigilância da democracia e da gestão pública”, enfatizou durante a cerimônia.

Publicado na edição nº 9902, dos dias 15 e 16 de outubro de 2015.