Bebedouro imuniza faixa etária de 40 a 44 anos

Seguindo o cronograma de vacinação, cidade imuniza 28% de sua população com a primeira dose e 15,5%, com a segunda, segundo dados da Vigilância Epidemiológica. No total, são 33.541 doses aplicadas.

0
58
Ampliação – Regiane de Paula, coordenadora de Controle de doenças da Secretaria do Estado de São Paulo, acompanhado por Jean Gorinchteyn e João Gabbardo, anuncia novos grupos para vacinação da Covid-19. (Divulgação/Governo do Estado de SP)

 A Secretaria Municipal de Saúde segue ampliando o número de pessoas vacinadas contra a Covid-19 em Bebedouro, com doses da AstraZeneca. Na próxima semana, a imunização continuará dividida em dois dias para evitar aglomerações: na segunda-feira (31), vacinam-se homens e mulheres de 40 a 44 anos com comorbidades, além de deficientes que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada), na mesma faixa etária, das 8h às 12h. Já na terça-feira (1º de junho), das 8h às 11h, será a vez dos idosos de 80 a 84 anos receberem a segunda dose, podendo optar pelo sistema drive-thru ou diretamente na sala de vacinas, na Feccib velha.

Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Thais Teixeira, Bebedouro recebeu 1.266 doses destinadas à faixa etária de 40 a 44 anos e 1.160 para os idosos.

 A Secretaria de Saúde reforça a necessidade de apresentar comprovante da condição de risco de comorbidade ou deficiência, por meio de exames laboratoriais e relatório médico. Os dados dos pacientes que já são atendidos nas unidades saúde podem ser utilizados para comprovação. Para receberem a segunda dose, precisam apresentar o comprovante de vacinação.

Na semana passada, a Secretaria de Saúde imunizou aproximadamente 600 pessoas de 45 a 49 anos com deficiência permanente e comorbidades. “Pessoas das faixas etárias anteriores, que por algum motivo ainda não se vacinaram com 1ª ou 2ª dose, devem procurar a sala de vacina, na Feccib, todos os dias, até às 15h”, ressalta Teixeira.

Em números

Seguindo o cronograma de vacinação, Bebedouro já imunizou 28% de sua população com a primeira dose, resultado de 21.536 pessoas, entre idosos a partir de 60 anos, profissionais de saúde, pessoas com comorbidades a partir de 45 anos, deficientes, gestantes, profissionais de educação, segurança e transporte, segundo dados da Vigilância Epidemiológica. Com a segunda dose, foram vacinadas 12.005 pessoas, representando 15,5%.

Na regional de Barretos, que inclui 18 cidades, 169.926 doses foram aplicadas até sexta-feira (28), segundo dados inseridos no portal VaciVida e divulgados pelo Vacinômetro, do Governo de São Paulo. No Estado, 16,873 milhões já tomaram no mínimo uma dose dos imunizantes (12,17%) e no Brasil, são 43,936 milhões de imunizados (20,75%).

Estado

O Governo de São Paulo anunciou, na quarta (26), a prorrogação da fase de transição até 14 de junho, com flexibilidade de até 60% da capacidade de cada estabelecimento.

Ainda na coletiva de imprensa, a Secretaria Estadual de Saúde anunciou datas de imunização para novos públicos. A projeção do Plano Estadual de Imunização é para que, de 2 a 16 de agosto, sejam imunizados as pessoas de 50 a 54 anos sem comorbidades e de 17 a 31 do mesmo mês, o público anunciado é de 45 a 49 anos.

Publicado na edição 10.582, de 29 de maio a 2 de junho de 2021.