Bebedouro não registra mortes por Covid há três dias

Em decreto publicado no fim da tarde de sexta-feira (24), prefeito Lucas Seren autoriza eventos, até o limite de 500 pessoas.

0
544

Desde o último boletim epidemiológico publicado pela Gazeta, com dados de terça-feira (21), Bebedouro não registrou mortes ocasionadas pela Covid até sexta-feira (24). Com isso, desde o começo da pandemia, são 337 vítimas fatais da doença.

No período de três dias, a cidade contabilizou mais 13 notificações positivas da doença desde terça-feira (21), somando 12.175 casos, desde março do ano passado. Atualmente são 10 bebedourenses positivados em monitoramento e isolamento domiciliar. Outros 28 pacientes aguardam resultados de exames.

A taxa de ocupação de leitos de UTI no Hospital Estadual é de 25%, com cinco pacientes graves internados, sendo este o menor percentual já registrado pela unidade hospitalar desde o início da pandemia.

Na enfermaria do Estadual, são quatro leitos ocupados (20%). Na rede privada, apenas um paciente está na UTI e não há leitos de enfermaria ocupados. UPA e Hospital Municipal não possuem pacientes em atendimento, nem mesmo em hospitais da rede SUS da região.

Novo decreto

Em decreto publicado no fim da tarde de sexta-feira (24), o prefeito Lucas Seren autoriza eventos, até o limite máximo de 500 pessoas, incluindo organizadores e prestadores de serviço, sejam festivos ou comemorativos em salões, buffets, edículas, chácaras, sítios, ranchos e clubes. Também está autorizado o retorno de pistas de dança, shows, e público em pé.

O decreto mantém a obrigatoriedade dos protocolos sanitários como uso de máscaras, álcool em gel, aferição de temperatura, “recomendando-se, ainda, sempre que possível, o distanciamento social entre os presentes”, diz o decreto n.º 14.928.

O descumprimento das determinações por pessoas físicas implica na aplicação de multa de 10 UFMs, no valor de R$ 1.095, enquanto que para empresas, estabelecimentos comerciais e pessoas jurídicas, o valor é de 100 UFMs, correspondendo ao valor de R$ 10.950.

Vacinação

Na próxima semana, a Secretaria de Saúde pretende imunizar com a segunda dose aproximadamente 4 mil pessoas. As doses serão aplicadas de segunda (27) a sexta-feira (1º de outubro), para diferentes faixas etárias. Os jovens de 21 a 23 anos recebem o imunizante na segunda-feira (27), em dois horários das 8h às 11h e das 17h às 20h. “Optamos pelos dois períodos, porque muitos jovens trabalham e não conseguiriam ir até a Feccib velha, apenas no período da manhã”, explica a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Thais Teixeira.

Na terça (28) e na quarta (29), mulheres e homens com 47 e 46 anos, também completam o ciclo vacinal. Ainda na quarta (29), pelo sistema drive-thru, será a vez dos idosos com 84 anos ou mais, receberam a dose de reforço. Na quinta (30), a Vigilância Epidemiológica aguarda os jovens entre 18 e 20 nos, também das 8h às 11h e das 17h às 20h. Na sexta-feira (1º de outubro), as pessoas com 45 anos recebem a segunda dose.

Na última semana, a Secretaria de Saúde realizou dois mutirões para vacinar com a primeira dose contra a Covid, as pessoas que perderam a data. “Na quarta-feira (22), vacinamos 380 adolescentes entre 12 e 17 anos. Já na quinta-feira (23), foram 980 doses aplicadas em pessoas maiores de 18 anos. Quem ainda não conseguiu receber o imunizante deve procurar a Feccib velha, das 8h às 12h, pois estaremos aplicando enquanto tiver doses disponíveis”, menciona Teixeira.

Publicado na edição 10.612, de 25 a 28 de setembro de 2021.