Bebedouro perde a senhora Aurora Biffon

Ótima piadista, arrancou sorrisos de inúmeros bebedoure"ses.

0
235
Saudade – Sempre vaidosa, dona Aurora adorava usar chapéu e batom vermelho.

Bebedouro entristeceu-se com a perda da estimada dona Aurora Gallo Biffon, que faleceu, na quarta-feira (16), os 95 anos, deixando filhos, netos, bisnetos e um tataraneto.
A moradora da rua Presidente Kennedy, no centro da cidade, era de Botafogo, filha de João Gallo e Amélia Tonetti e mãe de 6 filhos: Júlio, Gilberto, Generosa, Geraldina, Jacyra (in memorian) e Geracilda (in memorian), além de 12 netos, 7 bisnetos e um tataraneto. Nascida em 3 de março de 1923, em um sítio próximo à estrada de Botafogo e Taiaçú, D. Aurora viveu uma infância feliz, brincando e trabalhando nos cafezais. Era vaidosa e sempre usava chapéu e batom vermelho.
Quando foi entrevistada do Gente, da Gazeta, contou que casou-se aos 17 anos e continuou a viver no sítio. Mudou-se para Bebedouro, quando sua caçula tinha 14 anos. D. Aurora gostava de cozinhar, fazia bordado e crochê e era excelente piadista.
Seu falecimento aconteceu pela falência múltipla dos órgãos, no Hospital Municipal. Segundo sua filha Geraldina Biffon Lopes, D. Aurora estava bem e caminhando, quando passou a ficar prostrada e sem reação. A senhora foi encaminhada ao HM, onde ficou internada por um dia e veio a falecer. “Minha mãe estava fraca, por causa da idade, mas agora descansa com Deus”, diz a filha.
O sepultamento aconteceu às 14h, na quinta-feira (17), no Cemitério Municipal.
A Gazeta se solidariza com familiares e amigos.