Bebedouro vacina 4,8 mil pessoas de 51 a 59 anos nos últimos 3 dias

Mesmo com filas extensas do lado de fora da Feccib, Vigilância Epidemiológica garante que os aptos foram vacinados.

0
102
Alta procura – O público de 53 e 54 anos compareceu em peso para se vacinar contra a Covid-19 na quinta-feira (17), formando filas do lado interno e externo do recinto. Neste dia, 1,3 mil doses foram aplicadas. (Gazeta)

Em três dias de imunização, Bebedouro vacinou 4,8 mil pessoas de 51 a 59 anos, segundo levantamento da Vigilância Epidemiológica. Outras mil estão previstas para serem imunizadas com a 1ª dose na segunda-feira (21), na faixa etária de 50 anos. Com este incremento, sobe para 42% a população imunizada com a 1ª dose na cidade, referente a mais de 32,6 mil pessoas.

“Sucesso absoluto”, comemora a coordenadora da pasta, Thais Teixeira, sobre o número de vacinados nos últimos dias: “Quanto mais vacinação, melhor. É nossa única arma efetiva contra a Covid”, enfatiza.

Na quarta-feira (18), a vacinação foi aberta para homens e mulheres de 55 a 59 anos. Era esperada a aplicação de cerca de 1.580 doses neste dia, segundo levantamento estadual encaminhado para a Vigilância, porém, para surpresa da Secretaria de Saúde, 2,3 mil pessoas dirigiram-se à Feccib, em busca do imunizante.

Uma fila formou-se ao lado de fora do recinto, até o pontilhão da avenida Raul Furquim. Segundo relatos, alguns chegaram ao local ainda no fim da madrugada, para garantir sua vaga.

“A fila era extensa, por isso, levou horas para atender todos, o que pode ter gerado certo desconforto para aqueles que esperavam sua vez, mas todo processo ocorreu de forma organizada e todas as pessoas que tinham direito à vacina, receberam”, afirma Teixeira.

Com este alto volume de público a ser imunizado, a equipe de vacinação contou com apoio de voluntários, dentre eles, estudantes dos cursos de saúde do Centro Universitário Unifafibe, profissionais da saúde privada, servidores municipais e a primeira-dama Cristiane Carone, auxiliando na aplicação de doses.

Para permitir que o processo de imunização ocorresse de forma mais rápida, sem filas tão extensas do lado de fora do recinto, a Secretaria optou por dividir a faixa etária seguinte (50 a 54 anos), em dias diferentes, com uma ou duas idades por dia. “Na quinta-feira (17), vacinamos pessoas de 53 e 54 anos, que resultaram em 1,3 mil doses aplicadas; na sexta (18), vacinamos 1,2 mil na faixa etária de 51 e 52 anos. Todas da AstraZeneca. Ainda assim, é um público alto e pode haver fila, porém, com maior agilidade, menos tempo as pessoas ficam aguardando”, detalha a coordenadora.

Para segunda-feira (21), está agendada a imunização, com a 1º dose da Coronavac, para mais mil homens e mulheres com 50 anos completos. Segundo Teixeira, datas de vacinação de públicos mais jovens serão anunciados na próxima semana, conforme o recebimento de doses pela Secretaria Estadual de Saúde.

Influenza

A terceira etapa de vacinação contra Influeza continua, ainda com baixa adesão, segundo a Vigilância.  Até 9 de julho, todos os grupos prioritários devem ser vacinados, de acordo com cronograma do Ministério da Saúde.

Esta terceira fase é destinada a pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e condições clínicas especiais; pessoas com deficiência permanente; profissionais das forças de segurança, salvamento e forças armadas; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros; portuários, funcionários do sistema prisional; jovens e adolescentes de 12 a 21 anos em restrições socioeducativas, além da população privada de liberdade.

Os primeiros grupos prioritários também seguem sendo vacinados. São eles: idosos acima de 60 anos, profissionais de saúde e educação, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto) e indígenas.

Neste ano, os grupos prioritários foram ampliados devido à pandemia. A recomendação do Ministério da Saúde é que seja respeitado intervalo de 14 dias entre a vacina contra a Covid-19 e a da gripe, para a produção adequada de anticorpos em ambas.

A vacina contra Influenza está sendo aplicada em todas as unidades da Estratégia de Saúde da Família de Bebedouro e distritos, das 7h às 17h.

A coordenadora da Vigilância reitera seu pedido à população para que busquem se vacinar: “Basta procurar a unidade de saúde mais próxima, com documento de identidade e, em caso de pessoas com comorbidades ou profissionais de saúde e educação, devem comprovar sua condição. Toda vacina é importante”, ressalta.

Publicado na edição 10.587, de 19 a 23 de junho de 2021.