Bebedouro vacina idosos de 72 a 74 anos na segunda e terça-feira

Foram recebidas 1,5 mil doses para atender esta faixa etária. Segundo a Secretaria de Saúde, o montante é suficiente para atender a todos.

0
295
Mais doses – Instituto Butantan entrega nova remessa de vacinas ao Ministério da Saúde, para dar sequência ao Plano Nacional de Imunização. Em Bebedouro, nova faixa etária será vacinada no início da semana. (Divulgação/Governo de SP)

Na próxima semana, Bebedouro deve iniciar a vacinação de idosos de 72 a 74 anos, em dois dias consecutivos. A divisão da vacinação por faixa etária na segunda e terça-feira (22 e 23), serve para reduzir a aglomeração de veículos e agilizar o processo de atendimento, cadastro e imunização.
Seguindo tendência das semanas anteriores, a vacinação será em sistema drive-thru, no Sambódromo Municipal, das 8h às 11h. Na segunda (22), vacinam-se idosos de 74 e 73 anos e, na terça (23), são aqueles com 73 e 72 anos. Nestas datas, não haverá distribuição de senha, porque, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, as 1,5 mil vacinas recebidas são suficientes para atender a demanda destas faixas etárias.
“Temos doses suficientes para todos e não será necessário esperar na fila desde cedinho, como alguns vêm fazendo. Temos pedido para cada idoso ir ao posto de saúde mais perto de sua casa, retirar e preencher o cadastro da vacina e muitos têm feito. Assim, a imunização flui com mais organização e rapidez. Nas semanas anteriores, a fila terminou antes mesmo do horário previsto, o que demonstra que estamos no caminho certo”, avalia a secretária da pasta, Silvéria Larêdo.
O Governo de São Paulo adiantou a vacinação para sexta-feira (19), mas segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Thais Teixeira, em Bebedouro, a data será mantida para a próxima semana: “Estamos aplicando vacinas em domicílio e nas unidades de saúde diariamente, por isso, optamos por manter o drive-thru para segunda e terça-feira (22 e 23), porque a população já está habituada e também porque contamos com apoio das enfermeiras das ESFs (Estratégia de Saúde da Família), que nestes dias nos ajudam na vacinação, devido ao menor fluxo nas unidades”, explica.
Até o momento, Bebedouro aplicou 10.913 doses (14% da população), sendo que 7.448 pessoas receberam a primeira dose (9,6%) e 3.465 pessoas já foram imunizadas com as duas doses (4,5%).

2ª dose dos profissionais liberais
No início do mês de março, a secretária de Saúde alertou aos profissionais de saúde autônomos, que foram imunizados com a primeira dose da vacina contra Covid-19, em 2 de fevereiro, no Stélio, que procurassem a Vigilância Epidemiológica, nas dependências do Hospital Municipal Júlia Pinto Caldeira, para receberem a segunda dose do imunizante.
Haviam sido realizados dois dias de vacinação drive-thru para estes profissionais, mas na ocasião, a secretária lamentou que a adesão foi baixa, menos de 30%.
Nesta semana, segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, quase 100% deles já foram vacinados. “Apesar da procura não ter sido total no drive-thru, porque todos trabalham diariamente, a busca na Vigilância e nas unidades de saúde foi suficiente para que quase todos tenham recebido a 2ª dose do imunizante”, diz Teixeira.

‘Defenda o SUS’
Aos 97 anos, dona Sebastiana, moradora do Jardim Tropical, não esconde o orgulho em já ter recebido as duas doses da vacina contra a Covid-19. A idosa conta ao médico Raphael Buzatto, clínico da UBS ‘Oswaldo Damian’, que é defensora do SUS (Sistema Único de Saúde), para que a tão almejada vacina chegue a toda população.
“Neste momento, confiar no SUS e nas estratégias de vacinação são nossa maior arma no combate ao coronavírus. Ver nossos ‘pacientezinhos’ mais idosos e frágeis sendo vacinados aquece nosso coração como profissionais de saúde e nos dá esperança para continuar firmes nessa luta. Dona Sebastiana sempre acreditou no SUS e nele confia integralmente sua saúde”, destaca o médico bebedourense.

Serrana
No domingo (14), foi finalizada a aplicação da primeira dose da CoronaVac, a vacina do Instituto Butantan, na população adulta da cidade de Serrana. No total, 97,3% dos inscritos no estudo clínico foram vacinados. Dos 28.380 voluntários da pesquisa clínica, 27.619 foram imunizados. A diferença entre os habitantes cadastrados e os vacinados pode corresponder a populações que não puderam participar do estudo, como gestantes, lactantes e pacientes com comorbidades.
Já na quarta-feira (17), teve início o primeiro dia de aplicação da segunda dose da CoronaVac, com 1.308 voluntários já imunizados pelas duas doses. Ao todo, o Butantan reservou 66 mil doses para as duas aplicações em Serrana. O lote, segundo o instituto, não interfere no fornecimento de vacinas para o PNI (Plano Nacional de Imunização), do Governo Federal.

Publicado na edição 10.564 de 20 a 23 de março de 2021.