Brasil e Chile oficializam certificação comum de produtos orgânicos

Inédito na América do Sul, acordo diminuirá custo do comércio para pequenos produtores, ao dispensar a contratação de certificadora.

0
59

Brasil e Chile colocam em vigência, a partir deste mês, acordo de equivalência de produtos orgânicos entre os dois países. Assinado em setembro do ano passado, o acordo estabelece que o Chile vai reconhecer a certificação feita pelo Brasil para comprar nossos produtos orgânicos, e o Brasil aceitará a certificação dos chilenos. Inédito na América do Sul, o acordo vai incrementar o comércio de orgânicos entre os dois países, à medida em que deixará de ser exigida a certificação do comprador no país de origem, que geralmente é feita por empresas privadas, aumentando o custo e inviabilizando exportações de pequenos produtores.

(…)

Leia mais na edição 10383, de 6, 7 e 8 de abril de 2019.