Buracos lideram reclamações dos bebedourenses

0
321

O Depto. de Obras vem investindo R$ 200 mil  por mês de recursos próprios, na tentativa de minimizar o problema.  

Se antes, os bebedourenses tinham muitas queixas quanto à Saúde e à Educação, hoje as reclamações concentram-se nos buracos das ruas e avenidas. O diretor de Planejamento e Obras, Gilmar Fetrim, reconhece o problema e diz que, mesmo diante da crise, Bebedouro tem investido bastante para minimizar e, em muitos bairros, resolver o problema de recapeamento asfáltico.
Atualmente, a Prefeitura está investindo R$ 200 mil por mês em recape e tapa-buracos, enquanto aguarda recursos federais e estaduais prometidos e ainda não liberados. Segundo o diretor, para garantir a eficiência da mão-de-obra, foram feitas contratações de profissionais especializados.

(…)

Leia mais na edição nº 10001, de 24 a 27 de junho de 2016.