Câmara adia votação de Plano de Educação Ambiental

Educação, Saúde e Planejamento são alvos de acusações dos vereadores. Diretor e secretários rebatem.

0
26

A 34ª sessão ordinária da Câmara Municipal teve duas das três proposituras adiadas, a pedido dos vereadores, dentre eles, a instituição do Plano Municipal de Educação Ambiental. A sessão também foi marcada por acusações dos vereadores, rebatidas por diretores e secretários, em entrevista a Gazeta.
Na noite de segunda-feira (11), havia três proposituras para votação na ordem do dia, mas apenas o requerimento 50/2019, de autoria do vereador Nasser Abdallah (Rede), pedindo ao Executivo, esclarecimentos sobre o Concurso Público nº001/2017, foi aprovado por unanimidade.

Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.

 

Publicado na edição nº 10444, de 15 a 19 de novembro de 2019.