Casa de pôquer será inaugurada em Bebedouro

0
340

Entretanto, antes mesmo da abertura oficial do empreendimento, a Policia Civil esteve lá com mandado de busca e apreensão. 

Ainda será inaugurado, em Bebedouro, nos próximos meses, o Clube Royal, na rua São João, que agrega serviços de bar, restaurante, além da prática de pôquer. No entanto, antes mesmo da abertura oficial, a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão no local. “O caso está a crivo do Poder Judiciário. Agora, estamos na expectativa do posicionamento do Ministério Público e do Poder Judiciário. Não é proibido jogar damas, xadrez ou pôquer o que é proibido é a aposta, é este o nosso questionamento. Não é o jogo, são as apostas que no nosso entendimento são infracionais”, explica o delegado seccional José Eduardo Vasconcelos que continua, “eles entendem que a casa não se caracteriza em infração penal. Realmente, tem alguns poucos casos espalhados pelo Brasil que não se caracteriza crime. De fato, eles apresentaram um laudo dr Ricardo Molina dizendo que a modalidade praticada depende da ação do jogador. Agora, estamos no aguardo do Poder Judicial”.

O outro lado
“Está gerando um burburinho na cidade, e como a própria polícia comentou conosco, estão abrindo muitos bingos clandestinos e cassinos. Com base nisso, a polícia veio aqui, procurando mais informações. Nós apresentamos toda a documentação e agora estamos no aguardo de uma definição”, diz o relações públicas do clube, Marcelo Mauad, explicando que a modalidade oferecida pela casa é o texas hold’em. “Temos que separar o que é aposta em jogo e o que é jogo de aposta. Quando a lei proíbe aposta em dinheiro, refere-se a resultados. Para participar de um campeonato de truco, por exemplo, paga-se uma inscrição para participar e o vencedor ganha o montante de todas as inscrições. É assim que funciona o pôquer texas hold’em”, explica e continua, “o pôquer é classificado internacionalmente como esporte da mente, como o xadrez e damas e fazem parte de olimpíadas. Os proprietários decidiram investir porque existem muitas pessoas que saem da cidade para jogar fora”.

 

(…)
Leia mais na edição n° 9451, dos dias 20 e 21 de setembro de 2012.