Chebabi deve comparecer à CPI da Merenda na quarta

0
311

Além do ex-presidente, outros três ex-funcionários e o atual presidente da Coaf devem ser ouvidos. 

O advogado de Cássio Chebabi, Ralph Tórtima, confirma a ida de seu cliente à sessão da CPI da Merenda, na quarta-feira (24), a partir das 9h.
Em depoimento restrito, na quarta-feira (17), João Roberto Fossaluzza fala sobre propina, ameaça de morte por parte de ex-integrantes da cooperativa e tenta novamente envolver a prefeitura de Bebedouro, através do atual chefe de Gabinete Paulo Garcia, sem mencionar aos parlamentares, como foi sua tentativa de falsificar certidão emitida pela prefeitura, para buscar recurso junto ao Desenvolve São Paulo. Ele está proibido de articular junto ao órgão.
A testemunha também afirmou que teria recebido ordens de Cássio Chebabi para diminuir o valor das comissões, já que a Coaf passava por crise financeira.
Fossaluzza negou ser sócio de Chebabi em propriedade rural no Tocantins, dizendo que teriam falsificado sua assinatura.
Ao ser questionado sobre concordar com as irregularidades, Fossaluzza disse ter gravado, repetindo com frequência não concordar com o que estariam fazendo e de maneira bondosa encerrou sua participação, salientando a maldade que foi feita com o roubo de merenda das crianças do Brasil.

(…)

Leia mais na edição nº 10025, de 20, 21 e 22 de agosto de 2016.