Cidade registra 2 novas mortes por Covid-19 em 2 dias

Região ultrapassa 22,9 mil contaminados pelo vírus. Barretos, Olímpia, Bebedouro e Guaíra são os municípios que concentram mais casos.

0
399

Bebedouro tem 2.696 pessoas infectadas pela Covid-19, segundo boletim da Vigilância Epidemiológica de sexta-feira (29), sendo que 2.398 residem em Bebedouro e 298, na microrregião. 2.616 pacientes já estão recuperados (2.322 de Bebedouro e 294 da região) e 15 estão infectados em isolamento domiciliar (11 da cidade e quatro de fora).
65 óbitos em decorrência da Covid-19 já foram registrados, sendo os mais recentes de homem, 70, que faleceu por complicações do vírus no Hospital Estadual e mulher, 81, com hipertensão, que estava internada em Barretos.
Na sexta, a ocupação de leitos em Bebedouro, considerando UTIs públicas e privadas, baixou para 73%, com 19 leitos ocupados, do total de 26. Somente no Hospital Estadual, são 16 pacientes em estado grave, dos 20 leitos disponíveis (80%). Na Unimed, em três dos seis leitos há pacientes (50%). Há ainda três bebedourenses em UTIs de Barretos.
As internações em enfermaria somam 20, sendo 11 no Hospital Estadual, quatro no Municipal e cinco na Unimed, que ainda não constam do total de infectados.

Na região
A DRS-5 (Diretoria Regional de Saúde) de Barretos, que conta com 18 municípios, incluindo Bebedouro, soma 22,9 mil infectados e 527 mortes causadas pela Covid-19, desde março de 2020, segundo dados dos boletins epidemiológicos das prefeituras.
A cidade com mais contaminados é Barretos, com 7.863 casos e 141 mortes, seguida de Olímpia (4.025 casos/93 óbitos), Bebedouro, Guaíra (2.008 infecções e 58 mortes), Viradouro (983 casos e 24 óbitos), Severínia (907 contaminados e 24 vítimas fatais), Monte Azul (856 casos e 10 mortes), Colina (640 casos e 18 óbitos), Taiaçú (406 infecções e 5 mortes), Jaborandi (478 casos e 9 vítimas fatais), Cajobi (364 casos e 9 mortes), Terra Roxa (347 infecções e 8 óbitos), Guaraci (346 casos e 5 mortes), Vista Alegre (344 casos e 5 óbitos), Taiúva (323 infecções e 11 mortes), Colômbia (186 casos e 4 óbitos), Taquaral (110 casos e 5 mortes) e Altair (78 contaminações e 3 mortes).

Publicado na edição 10.550 de 30 de janeiro a 2 de fevereiro de 2021.