Com mais um óbito, agora são 7, e 164 casos de Covid-19

Levantamento aponta que Bebedouro tem 2,11 pacientes infectados para cada mil habitantes. Isolamento fica em 47% na quinta (2).

0
155

Com 22 casos confirmados em três dias, já são 164 os pacientes com diagnóstico positivo do novo coronavírus em Bebedouro, até a tarde de sexta-feira (3). Na terça (30 de junho), conforme divulgado na edição anterior, os casos estavam em 142. Do total, 134 são de Bebedouro e 30 são pacientes da região, diagnosticados em hospitais particulares e públicos de Bebedouro. Dentre os 164, 85 já estão recuperados da doença.
Os óbitos subiram para sete, na sexta (3), de acordo com boletim da Vigilância Epidemiológica, com a morte de mulher que estava internada em Barretos, tratando-se de câncer na mama. Dos demais falecimentos, quatro deles foram registrados em hospitais de outras cidades, três em Barretos e um na capital paulista; e outros dois faleceram em hospitais de Bebedouro, um no Hospital Municipal e um na Unimed.
Os casos descartados subiram para 389, sendo 324 de Bebedouro e 65 da região. Outras 38 pessoas aguardam resultados, 36 bebedourenses e dois moradores da microrregião. Estes indicadores somam 591 notificações, registradas desde os primeiros casos suspeitos, na segunda quinzena de março.
Há cinco bebedourenses internados em estado grave, três em Bebedouro e dois em hospitais da região; há um paciente na enfermaria da Unimed e quatro no Hospital Municipal, além de um paciente em cidade da região, totalizando seis internações leves.

Taxa de isolamento
Na terça (30 de junho), houve aumento no índice, que passou para 50%, mas na quarta (1º), voltou a cair, passando para 49%. Mesmo com a leve queda, a cidade voltou a constar entre as 20 melhores do estado, em 3º lugar. Já na quinta (2), o isolamento ficou em 47%, quando Bebedouro ocupava o 13º lugar no ranking estadual.

Contaminação por habitante
A Gazeta analisa também a taxa de contaminados com Covid-19 por mil habitantes, através de dados coletados nas Prefeituras de sete municípios, incluindo Bebedouro, além da população estimada pelo IBGE, referente a 2019.
Em Bebedouro, considerando-se os 164 casos positivos e população de 77,5 mil, apontada pela estimativa do IBGE, a taxa de contaminação é de 2,11 infectados por cada mil bebedourenses. Nas demais cidades as taxas são: Barretos (10,04/mil), Ribeirão Preto (7,95/mil), Rio Preto (6,68/mil), Sertãozinho (4,73/mil), Jaboticabal (1,54/mil) e Matão (1,48/mil).

Na região
Nas micro e pequenas cidades da região, com menos de 70 mil habitantes, os casos e mortes continuam crescendo em ritmo acelerado. A Gazeta pesquisou 15 municípios menores, que compõem a região de Bebedouro e o estágio epidemiológico em cada um deles, segundo dados das prefeituras.
Guaíra possui 167 casos e cinco óbitos; seguida de Olímpia, com 153 pacientes positivos e três mortes; em Terra Roxa, são 121 confirmações e três vítimas fatais; Pirangi soma 106 casos e três óbitos; já em Taquaritinga, são 109 casos e um óbito confirmado; enquanto Colina tem 64 casos e sete óbitos; Jaborandi e Monte Alto somam 64 confirmados e um óbito cada; e em Monte Azul, são 61 casos e nenhuma morte.
Nas cidades com menos de 50 pacientes positivos com Covid-19 estão: Vista Alegre do Alto, com 47 confirmações e duas vítimas fatais; Taiúva, com 33 pacientes positivos; Taiaçú, com 32; Cândido Rodrigues, com 20 confirmações e dois óbitos; e Taquaral, com apenas três casos positivos para o novo coronavírus.

 

Publicado na edição nº 10498, de 4 a 7 de julho de 2020.