Com taxa de transmissão em queda, Bebedouro tem novo mutirão de vacina no fim de semana

Região de Barretos, a qual Bebedouro pertence, tem transmissibilidade de 0,57, a segunda menor do estado de São Paulo.

0
62
Fonte: Info Tracker – SP Covid

A regional de Barretos, a que Bebedouro pertence, tem a menor taxa de transmissão (Rt) da Covid-19 de todas as regionais do estado de São Paulo, 0,57, segundo relatório do portal ‘Info Tracker – SP Covid’, com dados de sexta (19). Na última atualização da Gazeta, na edição de 13 a 19 de novembro, a regional de Barretos acusava transmissibilidade de 0,63.

Na classificação entre as 22 regiões do estado, a de Barretos ocupa a vigésima primeira, com menor índice. A regional da Grande SP Oeste está em 22º lugar, porque seus dados não foram monitorados. A região de Araraquara caiu de 1,03 para 0,90 (-12,62%); Franca aumentou 18,91%, passando de 0,74 para 0,88; São José do Rio Preto, de 0,71 para 0,79 (+11,26%). Ribeirão tem taxa de 0,86, anteriormente este número era de 0,65, aumentando sua taxa em 32,30%.

Mesmo com os índices caindo, Bebedouro quer ampliar a campanha de vacinação. No sábado (20), das 8h às 12h, haverá novamente mutirão para incentivar aplicações de segundas doses e doses de reforço. As equipes estarão em locais de grande fluxo, rua do comércio, as duas unidades dos supermercados Savegnago, Sesé e Iquegami e no Compre Bem. No domingo (21), será na feira livre e à noite, será na inauguração da decoração natalina, na praça Barão do Rio Branco, a partir das 20h.

O mutirão acontece da mesma maneira que o realizado no sábado (13) e domingo (14), considerado satisfatório pela Vigilância Epidemiológica de Bebedouro: “Fizemos cerca de 600 doses no sábado e 240 no domingo, a rua do comércio foi um dos grandes fluxos, onde conseguimos aplicar mais”, diz a coordenadora Thaís Teixeira.

O número de faltosos da segunda dose em Bebedouro somam 5.500 e da dose de reforço, 3.000: “Pedimos que a população se conscientize e procure o polo de vacinação para completar o ciclo vacinal. Estamos fazendo os mutirões para incentivar ainda mais, mas as pessoas precisam comparecer”, reforça Teixeira.

Antecipação da dose de reforço

O governador João Dória, em coletiva na quarta-feira (17), anunciou a ampliação da vacinação da dose de reforço para todos maiores de 18 anos, no estado de São Paulo, com redução do intervalo de seis para cinco meses, após a segunda dose. Dória disse seguir as diretrizes do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. Com isto, 710 mil paulistas ficam aptos a tomar a dose de reforço.

Em Bebedouro, esta antecipação já começou. Teixeira informa que todos os maiores de 18 anos que já estiverem dentro dos cinco meses da segunda dose, podem comparecer na Feccib, durante a semana para receber a dose adicional, assim como também podem ir aos mutirões do fim de semana: “Estamos recebendo as doses do governo e todos que procurarem terão as vacinas aplicadas”.

Vacinômetro

O Vacinômetro, atualizado pelo governo de São Paulo às 12h de sexta-feira (19), mostra que Bebedouro aplicou 63.673 primeiras doses (82,10%); 59.527 segundas doses ou doses únicas (76,75%); e 8.055 doses de reforço (10,39%).

Novos casos e internações

O boletim divulgado pela Vigilância na sexta-feira (19), confirma 12.266 casos positivos desde o início da pandemia, seis casos a mais desde a última publicação da Gazeta, com dados de 12 de novembro.

São três pessoas positivadas em monitoramento e 18 aguardando resultados de exames. No Hospital Estadual, um paciente ocupa leito de UTI e nenhum na enfermaria. Na rede privada, a situação é igual, apenas um paciente na UTI e nenhum na enfermaria.

Publicado na edição 10.625, de 20 a 23 de novembro de 2021.