Começa o pré-cadastro de voluntários para testes da ButanVac

Governo estadual anuncia ampliação da retomada das aulas presenciais a partir de agosto, no Estado de São Paulo, para Educação Básica.

0
52
Novas ações - João Doria, acompanhado do secretário Estadual de Educação Rossieli Soares, e do diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, dá detalhes sobre ampliação das aulas presenciais e o início do pré-cadastro de voluntários da ButanVac. (Divulgação/Governo do Estado de SP)

Está aberto o pré-cadastro de voluntários interessados em participar dos estudos clínicos com a ButanVac, imunizante contra a Covid-19 que está sendo desenvolvido pelo Instituto Butantan e autorizado pela Anvisa. O formulário de inscrição com as informações adicionais estão disponíveis no site butanvac.butantan.gov.br.

“O Butantan não cadastra voluntários. Os voluntários têm que ser depois selecionados pelos centros que realizarão o estudo, mas o Butantan faz este pré-cadastro no sentido de encaminhar as pessoas interessadas às informações”, explicou Dimas Covas, diretor do Instituto, em coletiva.

De acordo com Covas, inicialmente, os ensaios clínicos da fase A serão realizados pelo Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto e de São Paulo, com 418 voluntários, onde será avaliada a segurança e a seleção de doses. “Já na fase B e C, deverão ser recrutados mais de 5 mil voluntários para avaliação de resposta imune. Vamos comparar a resposta imunológica dela com outras vacinas e com a CoronaVac. Não é um estudo clássico, de fase 1, 2 e 3, mas sim de comparabilidade de resposta imune. Com isso, você chega aos resultados de eficiência”, afirmou o diretor, na quarta-feira (16).

Aulas – Na coletiva de imprensa, o governo estadual anunciou ainda a ampliação da retomada das aulas presenciais, a partir de agosto, no Estado de São Paulo, para Educação Básica.

Segundo o secretário Estadual de Educação, Rossieli Soares, caberá às escolas a determinação da capacidade máxima de alunos, respeitando os protocolos de segurança.

“O distanciamento mínimo entre os estudantes passa a ser de 1 metro, não mais de 1,5 metro; e cada escola elaborará seu plano de retorno, levando em consideração a realidade da comunidade escolar. Neste momento, o retorno às aulas presenciais não será obrigatório”, ressaltou Rossieli, completando: “Tomamos a decisão de que no mês de agosto, ainda não será obrigatória a volta às aulas. A família ainda poderá optar. Durante o mês de julho e início de agosto vamos discutir e rever”.

Novas doses de esperança

Na manhã de sexta-feira (18), o Instituto Butantan entregou mais 2,2 milhões de doses da CoronaVac ao PNI (Programa Nacional de Imunizações) do Ministério Público, que distribuirá aos municípios brasileiros.

Publicado na edição 10.587, de 19 a 23 de junho de 2021.