Dois ficam feridos em pouso forçado no Aeroporto Municipal

Após exames, aluno foi transferido para quarto de unidade de saúde e usará colete cervical por alguns meses. Instrutor também realizou bateria de exames e passou por cirurgia, na noite de segunda-feira (12).

0
342
Susto – Na terça-feira (13), o Seripa (Serviço Regional de Investigação de Acidentes Aeronáuticos) esteve em Bebedouro e deu início às investigações, após pouso de emergência de planador. (Divulgação/Defesa Civil)

Dois ocupantes de um planador ficaram feridos ao realizar pouso de emergência em região de mata próximo do Aeroporto Municipal de Bebedouro Luís Martins Araújo. O acidente com integrantes do Aeroclube Bebedouro aconteceu no início da tarde de segunda-feira (12), minutos após a decolagem.

Uma das vítimas, um aluno, 15, foi socorrido consciente, mas desorientado. O instrutor, 28, sofreu fratura em um dos tornozelos e corte na cabeça. Ambos foram encaminhados para atendimento médico, de acordo com informações do Corpo de Bombeiros e da Prefeitura Municipal de Bebedouro.

Segundo Ângelo Hermini, presidente do Aeroclube, a corda que içava a aeronave teria se soltado em momento em que o planador não possuía altura suficiente, o que obrigou o pouso forçado.

Em nota, divulgada no início da noite de segunda-feira (12), o Aeroclube afirma: “todos os órgãos competentes foram devidamente notificados; os equipamentos e licenças dos pilotos estão em total conformidade com as exigências aeronáuticas e ainda não possuímos informações sobre sua causa, que será apurada pelas autoridades”.

Em entrevista à Gazeta de Bebedouro, o diretor social do Aeroclube Márcio Martins, informa que o aluno já foi transferido para um dos quartos do Hospital Unimed e está totalmente consciente, sendo necessária a utilização de colete cervical por alguns meses, devido ao impacto sofrido na coluna. Até o fechamento desta edição, o aluno continuava internado em observação.

“Já o instrutor realizou exames complementares e, ainda na noite de segunda-feira (12), passou por cirurgia por causa da fratura em um dos tornozelos. Na manhã de terça-feira (13), foi transferido para Barretos para, no início da tarde, passar por nova cirurgia, desta vez na coluna, devido a fratura de uma vértebra que estaria pressionando a medula”, informa Martins.

A Defesa Civil isolou o local do acidente, que passará por perícia.

Incêndio

Por volta das 13h, de domingo (11), uma grande nuvem de fumaça cobriu o Extremo Norte, devido a incêndio de grande proporção no fundo do bairro Cidade Coração. Como o fogo alastrou-se rapidamente, a fumaça atingiu todos os bairros, culminando em “chuva de fuligem”.

“Pelo Pame (Plano de Auxílio Mútuo de Emergência) acionamos as usinas da região para combater o fogo, que durou cerca de cinco horas. Por volta das 18h, ainda havia focos no local”, explica Márcio Martins, presidente da Defesa Civil de Bebedouro. “Nova chuva de fuligem atingiu a cidade na tarde de segunda (12), porém eram nuvens de fumaça, vindas de incêndio em Guaíra e Terra Roxa, quando foi necessário interditar a vicinal, devido à queda de bambus”.

Atropelamento com vítima fatal

Um atropelamento, no início da tarde de quinta-feira (8), tirou a vida de menino, 10, no Residencial Pedro Paschoal, na Zona Norte.

Segundo informações da Polícia Militar, um Gol trafegava pela avenida Sylvio Lainetti, quando o condutor perdeu o controle do veículo, atropelando a criança.

A vítima Michael Antônio de Almeida de Barros foi socorrida pela Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros até à UPA 24horas, mas não resistiu e ao dar entrada na unidade de saúde, faleceu.

O condutor do carro, 44, foi submetido ao teste do etilômetro e o resultado foi negativo, porém, o motorista não é habilitado e o licenciamento do veículo está em atraso, desde junho do ano passado. Após prestar depoimento ao delegado Paulo Montelli, o condutor foi liberado e o veículo apreendido para perícia.

Michael era filho de Michael Anderson de Barros e de Joseleide de Almeida de Barros. Seu corpo foi velado no Velório Municipal e sepultado na manhã de sexta-feira (9), no Cemitério de São João Batista.

Publicado na edição 10.592, de quarta, quinta e sexta-feira, 14, 15 e 16 de julho de 2021.