Dos 103 óbitos por Covid-19, metade ocorreu de janeiro a março

Prefeitura prorroga decreto da fase emergencial, com flexibilização para supermercados, padarias e feira livre.

0
113

Bebedouro começou a semana com quatro novas mortes em decorrência da Covid-19 e este número cresceu ainda mais no decorrer da semana. De acordo com os dados epidemiológicos do município, o número de mortes subiu para 103. Através do ‘Portal Covid’, da Prefeitura de Bebedouro, a Gazeta analisa que somente nos três meses de 2021, a cidade computou 51 mortes, perto do mesmo número registrado em todo o ano de 2020 (52).

Nesta semana, somaram-se ao boletim, os óbitos de quatro mulheres e um homem. São eles: mulher, 43, com hipertensão, que faleceu na Unimed; mulher, 65, diabética, que estava no Hospital Estadual; mulher, 89, com sequelas de AVC, que morreu na Unimed; além de casal de idosos de 75 e 78 anos, internados na UCE (Unidade de Cuidados Especiais) da UPA 24h.

Até quarta-feira (31 de março), a cidade somava 4.481 pessoas infectadas pela Covid-19 desde março de 2020, sendo que 3.902 residem em Bebedouro e 579 em cidades da microrregião. O boletim aponta ainda que 4.342 pacientes já estão recuperados (3.768 de Bebedouro e 574 da região) e 36 pessoas estão infectadas, cumprindo isolamento domiciliar. Outros 155 estão sob suspeita da doença.

Considerado o total de infectados residentes em Bebedouro (3.902), somente de janeiro a março de 2021, a cidade já registrou 1.596 novas contaminações, frente a 2.306 do início da pandemia até o fim de 2020. Os casos contabilizados nos três meses de 2021 representam 40% do total de infecções.

A ocupação de leitos em Bebedouro, no Hospital Estadual, está em 100%, com 20 pacientes em estado grave. Na Unimed, o percentual se repete, com todos os 11 leitos também ocupados. Há ainda seis internados em estado grave na UCE da UPA 24h e dois bebedourenses em UTIs de Barretos.

Nas enfermarias de hospitais da cidade são 19 doentes no Hospital Estadual, oito no Municipal, cinco na UPA e 10 na Unimed. As internações não constam do total de infectados.

Isolamento social

Bebedouro segue entre as cidades com maior índice de isolamento social em todo o Estado, segundo o Simi-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente de São Paulo). No domingo (28 de março), o isolamento chegou aos índices mais altos do Estado, com 61%; na segunda (29 de março), caiu para 52%; na terça (30 de março), subiu para 54%; e na quarta-feira (31 de março), voltou a registrar queda, passando para 46%.

Com flexibilizações leves, Bebedouro publica novo decreto

Até 11 de abril, supermercados voltam a abrir aos finais de semana, mas comércio segue atendendo apenas de segunda a sexta-feira.

Bebedouro prorroga as medidas de restrição à Covid-19 e a fase emergencial segue até 11 de abril, segundo decreto municipal publicado na terça-feira (30 de abril). O documento mantém restrição de circulação das 20h às 5h, com exceção de serviços de saúde, indústrias e trabalho interno em bares e restaurantes.

O atendimento nos supermercados, padarias, açougues e similares, nas próximas duas semanas, foi flexibilizado, podendo funcionar todos os dias, com restrição de uma pessoa por família e apenas um clientes por 10m². Outra flexibilização contida no decreto é a realização da feira livre, nas manhãs de domingo, sem que haja consumação no local.

O comércio segue fechado aos finais de semana, sem atendimento ao público, mas funciona em horário normal, de segunda a sexta-feira, com balcão na porta. O mesmo serve para lojas de equipamentos e materiais de construção, galerias, mercados municipais e shopping.

Bares e restaurantes podem atender todos os dias por delivery e drive-thru, salvo o período de restrição de circulação, após às 20h, em que somente poderão fazer entregas em domicílio.

Igrejas e templos religiosos podem receber fiéis individualmente, para orações, mas estão impedidas de realizar celebrações, missas e cultos. As aulas presenciais no município seguem suspensas, na rede municipal, estadual e particular, enquanto o decreto se mantiver em vigência.

Academias e centros esportivos também continuam fechados. Não há restrição quanto à realização de atividades ao ar livre, desde que sejam realizadas até três pessoas, com uso obrigatório de máscaras.

É terminantemente proibida a aglomeração de mais de três pessoas, em ambientes públicos a qualquer hora do dia e a realização de festas em edículas, salões de festas ou em residências. A prefeitura garante que a ‘Ronda Covid’ manterá fiscalização constante em todos os bairros e região central.

Publicado na edição 10.567, de 2 a 6 de abril de 2021.