Em cinco dias, Bebedouro aplica 2.062 doses adicionais, média de 412/dia

De acordo com boletim epidemiológico, são quatro internados no Hospital Estadual e na rede privada. São 80 dias sem óbitos.

0
208

Desde a última atualização da Gazeta, em 18 de dezembro, Bebedouro aplicou a dose adicional em 2.062 pessoas, média de 412 vacinados/dia, totalizando 16.797 pessoas ou 21,66% da população, segundo o vacinômetro do governo de São Paulo. 64.125 bebedourenses, (82,68% da pop.), estão com a 1ª dose. Segundas doses ou dose única somam 62.160 pessoas, (80,15% da pop.).

O vacimóvel, entre sexta (17) e terça-feira (21), aplicou, em média, 39 doses/dia. Segundo a Vigilância Epidemiológica, os faltosos da 2ª dose somam 3.421 e da dose adicional, 12.325.

Casos e internações

Os casos de Covid-19 somam 12.283. Desde a última atualização da Gazeta, em 18 de dezembro, foram mais quatro positivados. Boletim de quarta-feira (22), aponta quatro pacientes em monitoramento e 32 aguardando resultados de exames. No Hospital Estadual há um paciente em leito de enfermaria e dois na UTI. Na rede privada, são dois internados, um na enfermaria e outro na UTI. São 80 dias sem óbitos, não há registros desde 4 de outubro.

A redução nos números é significativa, mas a secretária de Saúde, Silvéria Larêdo, diz não estar totalmente tranquila: “Nós, da secretaria, estamos felizes por tantos dias sem mortes e com queda frequente na positividade dos casos, mas não devemos relaxar frente à possibilidade de circulação da variante Ômicron. Por isto, a população deve continuar com as medidas de prevenção, tanto para Covid, quanto para a gripe”, reforça Larêdo.

 

Taxa de transmissão

A Taxa de Transmissão (Rt) na regional de Barretos, a que Bebedouro pertence, caiu 15,38%, segundo dados de quarta-feira (22), apresentados pelo Info Tracker/SP Covid-19. Em 18 de dezembro, a taxa estava em 0,78 e agora, 0,66 e acumula a menor taxa dentre as regionais acompanhadas pela Gazeta, todas com aumento. Ribeirão Preto estava com 0,67 e agora marca 0,80, (+19,40%). São José do Rio Preto cresceu 7,95%, passando de 0,88 para 0,95. Franca estava com 0,93 e agora registra 0,97 (+ 4,30%). Araraquara subiu de 0,72 para 0,78 (+8,33%).

Aumento de atendimentos com sintomas gripais

Silvéria Larêdo fala do possível surto da gripe H3N2. “Vemos o crescimento desta variante da gripe em outros estados e em São Paulo também. No HM de Bebedouro, nos últimos dias, notamos grande número de atendimento de pessoas com sintomas gripais.

Dados da UPA, sobre os atendimentos no gripário, mostram que até terça-feira (21), 1.079 pessoas procuraram o serviço, número maior que todo o mês de novembro (1.047), que já havia superado o de outubro (921 atendimentos).

A gerente de enfermagem da Unimed Bebedouro, Ana Carolina Bonafim, confirma ter notado “aumento no número de pessoas procurando atendimento com sintomas gripais”.

A enfermeira revela que até quarta-feira (22), “somente no mês de dezembro, a Unimed atendeu a média de 27 pacientes/dia. Chegamos atender 10 pacientes em um dia e 47 em outro, então, temos esta média. Por esta razão, as pessoas precisam continuar com a prevenção, pois é complicado diferenciar sintomas gripais da Covid, isto só é possível com coleta de exame. Então, evitem aglomerações e continuem com o uso de máscaras, que ainda é muito importante”.

Uso de máscara

O governo do Estado de São Paulo prorrogou o uso de máscara em espaços coletivos, em todo o território, até 31 de janeiro de 2022, como medida de reforço à proteção da população. O anúncio foi feito na segunda (20).

Publicado na edição 10.634, de 23 de dezembro de 2021 a 11 de janeiro de 2022.