Emoção marca relançamento da campanha ‘Procuram-se 199 amigos’

0
261

Um passeio inspirador apresentou o trabalho da instituição para seus 275 educandos. 

Procuram-se novos amigos - Educandário reúne velhos e novos amigos, para relançar campanha, na manhã de sábado.

“Investir na criança hoje é colher frutos no adulto de amanhã”. Inspirados por este conceito, o Educandário Santo Antônio relançou na manhã de sábado (30 de novembro), a 2ª fase da Campanha “Procuram-se 199 amigos”.
Durante o evento, três grupos de “amigos” conduzidos por colaboradores da instituição fizeram um passeio por suas dependências, para conhecerem todas as atividades realizadas pelos educandos, durante o ano letivo. O passeio foi inspirador e podia-se notar nos semblantes dos convidados a emoção por ver, conversar com os alunos, que testemunhavam apenas em gestos, o que a instituição significa para eles.
Uma das amigas que aderiu desde a primeira campanha, Marcia Iquegami, emocionou-se com os gestos de carinho das crianças. “É algo tão natural, sentir o carinho e o amor destas crianças que não tem preço que pague. Quando conheci o trabalho do Educandário fiquei encantada. É uma instituição que ajuda a formar cidadãos de bem, por isso, o Educandário é imprescindível para Bebedouro.”
A convite de Márcia Iquegami, Alessandra Zanardo foi conhecer o trabalho da instituição. Encantada e emocionada com tudo que conheceu, ela fez um apelo: “Todos deveriam conhecer o trabalho do Educandário. Presenciar a dimensão deste trabalho nos toca no fundo da alma. Estou muito emocionada e vim para ficar.”

Os projetos – Além das disciplinas escolares, do ensino fundamental, o Educandário oferece aos seus 275 alunos, acompanhamento pedagógico de tarefas, formação cidadã, educação ambiental, brincadeiras infantis, laboratório de leitura, projeto esportivo em várias modalidades, xadrez, informática, projeto escola da inteligência, música, arte e artesanato, ação jovem, grupo teatral, oficina de papel reciclado e fanfarra.
Os pais dos educandos também recebem curso de capacitação, entre eles, confecção de roupa masculina e feminina e peças para cama e mesa, artesanato e curso de cabeleireiro.
A voluntária do Educhó, Maria de Fátima Matias de Souza, conta que teve 11 filhos e que todos foram alunos da instituição. “Hoje, eles cresceram e tornaram-se pessoas de bem. Uma delas é professora de Ed. Física no Educandário. Amo e confio no trabalho do Educandário por isso sou voluntária. Não tenho palavras para descrever o que esta instituição faz pelas famílias.”

A campanha – Como na primeira fase, o objetivo é envolver emocionalmente cada cidadão bebedourense para investir financeiramente em um aluno do Educandário, viabilizando a existência e continuidade da instituição, mantendo com esse aluno, uma relação de amizade.
“A campanha tem nos dado um resultado muito gratificante. Entretanto, infelizmente, as verbas que recebemos e as arrecadações dos eventos que realizamos durante o ano, não cobrem totalmente os custos da instituição, que hoje, tem um déficit anual de R$ 300 mil”, explica frei Fernando dos Santos, que continua: “O que pedimos é que o cidadão bebedourense interesse-se por uma criança do Educandário. Queremos transformar a vida não só das crianças, mas de toda a família”.
Idealizadora da campanha, a jornalista e publicitária Sarah Cardoso, não escondia a emoção, “Bebedouro não conhece o trabalho do Educandário. Com muita honra e o maior prazer do mundo, minha agência idealizou a campanha ‘Procuram-se 550 amigos’ que em 2007, atingiu 20% do proposto. Infelizmente, não conseguimos os 550 amigos e coloco a responsabilidade sobre cada um de nós, porque o Educandário teve que abrir mão de quase 50% de suas crianças. Hoje, estamos retomando a campanha procurando 199 pessoas que enxerguem no Educandário uma oportunidade de crescimento pessoal”, enfatizou para depois exibir a letra da canção ‘Problema Social’, interpretada por Seu Jorge.
“Nós queremos um problema social ou ajudar a manter um aluno no Educandário?”, questionou Sarah aos convidados, no teatro da instituição.
Na sequência, Regina Boggio prestou seu testemunho, “ser amigo de uma pessoa já é gratificante. Ser amigo de tantas crianças é inenarrável, não há vocabulário para descrever porque recebemos delas o carinho natural, que vem do coração”, enfatizou.
Ao final do evento, os alunos declamaram ‘Soneto da Amizade’, de Vinicius de Moraes e um grupo de flautistas entoou ‘Noite Feliz’, enquanto alunos entregavam aos convidados, suas interpretações da frase “Por que o Educandário é importante para mim?’.
O aluno Lyedson Henrique Lorensetto encerrou a apresentação dizendo: “Sou muito feliz no Educandário. Eu já tenho uma amiga e você, quer ter um amigo?”, e entregou seu desenho à sua amiga Ângela Turchetto Santos.
“Agradeço a Deus por fazer parte da família Educandário. Quando me prontifiquei a ser amiga de uma criança, os meus três filhos também sentiram o mesmo desejo e isto foi motivo de muito orgulho, porque eu, como mãe, dei o primeiro passo. Recordo-me que quando era criança, quando encontrávamos nossa madrinha de batismo ou de crisma era uma felicidade. Saber que tem alguém, mesmo de longe, que está pensando e orando por você, é gratificante. A nossa contribuição é mínima e foi uma emoção muito grande, receber este carinho do meu amigo”, revela Ângela.


Publicado na edição nº 9630, dos dias 3 e 4 de dezembro de 2013.