Estudo clínico da CoranaVac será divulgado na próxima semana

Medida visa garantir rapidez em processo de certificação na Anvisa e órgãos internacionais.

0
54
Comprometimento – João Doria entrega à Polícia Militar as primeiras viaturas blindadas, para dar maior segurança aos agentes. (Divulgação/Governo de SP)

O estudo clínico conclusivo da vacina do Instituto Butantan contra o coronavírus está previsto para ser divulgado na quarta-feira (23). A afirmação é do governador João Doria, em coletiva de imprensa, na segunda-feira (14), no Palácio dos Bandeirantes.
“Os brasileiros querem agilidade, querem as vacinas e sua proteção. Não aguentam mais viver em meio a uma pandemia que mata, hoje, mais de 600 brasileiros por dia. Quanto mais rápido vacinarmos de forma segura e planejada, mais vidas serão salvas no Brasil. Vamos vacinar imediatamente, começando em janeiro. É possível com as vacinas que estiverem disponíveis, não importam suas origens”, declarou Doria.
A decisão atende a recomendação do comitê internacional independente que acompanha a pesquisa desenvolvida em parceria do Butantan e Sinovac Biotech. O instituto brasileiro e a empresa chinesa decidiram encerrar a fase três do estudo clínico no país nesta semana, já que o patamar ideal de 154 voluntários com diagnóstico positivo de coronavírus foi superado.
Hoje, a fase 3 do Butantan registra 170 voluntários contaminados. O estudo conclusivo medirá a taxa de eficácia do imunizante comparando quantos receberam a substância inócua e quantos tomaram a vacina. A taxa mínima recomendada pela própria Anvisa é de 50%, como parâmetro de proteção.
O Estado também entregou, na segunda (14), as 20 primeiras viaturas blindadas destinadas à Polícia Militar. Os veículos fazem parte de investimento total de R$ 10,7 milhões para aquisição de 70 veículos, proporcionando maior segurança aos agentes em atividades de policiamento preventivo e ostensivo.

 

Publicado na edição nº 10542, de 16 a 18 de dezembro de 2020.