Galvão anuncia novos secretários

0
574

Sônia Junqueira assume a Saúde; Rodolfo Rodrigues, a Educação.

Gazeta
Mudanças no 1º escalão – Prefeito Fernando Galvão (DEM) apresenta novos secretários na tarde de quinta-feira (5).

O prefeito Fernando Galvão (DEM) anunciou na tarde de quinta-feira (5), mudanças no 1° escalão e reforma administrativa com implantação de mais três secretarias: Saúde, Desenvolvimento e Administração.

Galvão apresentou dois novos secretários. O professor Rodolfo Augusto Rodrigues, conforme antecipado na edição n° 10.076 da Gazeta, assume a Secretaria da Educação, substituindo Ana Silvia Bergantini Miguel, que deixou a pasta no final de 2015.

No lugar de Antônio Carlos Feltrim, Sônia Junqueira assume a direção do Depto. de Saúde, com apoio técnico dos médios Fernando Piffer e Iara Ramalho Luz, com o desafio de transformar departamento em secretaria.

O chefe do executivo também anunciou a criação da Ouvidoria Interna e Externa, sob administração de Valdecir Valêncio, funcionário de carreira.

“O projeto da Ouvidoria é melhorar o diálogo do Executivo com os servidores e a população. Será um canal de recebimento de reclamações e sugestões”, diz Galvão.

Já a engenheira Ângela Brunelli assume o Depto. de Planejamento e Obras, cargo antes ocupado por Gilmar Feltrim, que permanece à frente do Saaeb (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), informa o prefeito Galvão, ao ser questionado pela Gazeta.

Galvão também confirma a permanência de Paulo Sérgio Garcia como diretor de gabinete; Lucas Seren como diretor do departamento de Desenvolvimento Econômico, e de Archibaldo Brasil como secretário de Defesa, Desenvolvimento Social e Cidadania – que coordena Promoção Social, Trânsito, GCM e Defesa Civil.

“Garcia será o futuro secretário da Administração, pasta que terá vários departamentos sob sua responsabilidade. A transformação em secretaria não terá aumento de custo. Tem cidades com 10 a 15 secretarias; em Bebedouro, na minha administração, teremos cinco. Já implantamos Defesa e Educação, agora vamos implantar Saúde, Desenvolvimento e Administração e dentro destas secretárias, outros departamentos. Lucas Seren será o futuro secretário de Desenvolvimento.

A palavra de ordem de Galvão para 2017 é fazer mais com menos: “Mas, prezando a qualidade dos serviços públicos. Vivemos uma recessão econômica muito forte no País e minha determinação aos diretores e secretários, e será publicado em decreto, é reduzir tudo o que pudermos desde gastos diários com luz, telefone e água e horas extras”, adianta Galvão, que irá anunciar até a próxima semana, exonerações de cargos comissionados.

“Estamos terminando o levantamento sobre quantos cargos serão exonerados”, informa.

Mais informações na próxima edição da Gazeta n° 10.077.