GENTE

0
445

Avó universitária 

Em busca do sonho do diploma superior, Apparecida Carlomagno,74, desafiou o tempo e voltou a estudar aos 65 anos. Depois de cursar o técnico em Administração na Etec, atualmente ela cursa o superior. Carismática e de bem com a vida, Apparecida conquista a todos facilmente e, não ser importa, de ser chamada de vovó do Imesb.
Mãe, avó e universitária, ela divide seu tempo entre os estudos e os paparicos de netos e bisneta.

 

Gazeta de Bebedouro – Quando e onde a senhora nasceu?
Apparecida – Nasci em 18 de abril de 1940, no sítio em Bebedouro. Naquele tempo, tinha parteira e nasci num sítio.

GB – Quem eram seus pais?
Apparecida – Lorenzo Carlomagno e Maria Dolores Sola Carlomagno. Minha mãe veio da Espanha e meu pai veio da Itália. Meu pai, juntamente com seus dois irmãos, compraram as terras onde hoje é localizado a antiga Frutesp. Meus pais se conheceram em Bebedouro porque meus dois avôs trabalhavam juntos.

GB – Quem eram seus irmãos?
Apparecida – Tenho nove irmãos. Rosa, Antônio, Florêncio, José, Amabili, Maria Tereza, Elza, Natalina e Lorenzo. Sou a caçula. Infelizmente, Elza, Rosa, Antônio e José faleceram.

GB – Com nove irmãos como foi crescer em uma família tão grande?
Apparecida– Éramos todos amigos e tínhamos uma boa convivência. Como bons descendentes de italianos sempre gostamos de falar e quando nos reuníamos, falávamos bastante. Meu pai era muito rígido e não gostava de briga. Todos trabalharam na roça, na cultura de café, menos eu.

Nunca é tarde para começar – Apparecida desafia o tempo e voltas a estudar.