Incêndio atinge rede de abastecimento do Saaeb e interrompe fornecimento para Zona Leste

Com fumaça e queda de fuligem, reflexos de incêndio próximo a Colômbia são sentidos em Bebedouro, nesta segunda (20).

0
525
Reparos – Equipe do Saaeb esteve no local, na manhã de domingo (19), para reestabelecer o funcionamento da rede de água.

Um incêndio às margens da Rodovia Armando de Salles Oliveira deixou moradores dos bairros Laranjeiras e Residencial Bebedouro sem água no fim de semana. As chamas atingiram a rede de abastecimento do setor, no sábado (18), afetando a distribuição. A equipe do Saaeb esteve no local e na manhã de domingo (19), conseguiu reestabelecer o funcionamento da rede.

No mesmo dia, a autarquia municipal utilizou as redes sociais para alertar a população sobre situação crítica dos poços da Zona Norte. Segundo a postagem, os reservatórios do Jardim Claudia, Residencial Rassim Dib, Jardim Primavera e Residencial Pedro Paschoal “estão praticamente vazios”.  Confira matéria sobre crise hídrica em Bebedouro na edição 10.611 da Gazeta, na quarta (22).

Nesta segunda (20), Bebedouro foi coberta por nuvem de fumaça e moradores registraram queda de fuligem à tarde que, de acordo com a Defesa Civil, são ainda consequências do incêndio registrado próximo a Colômbia. Devido à proporção da área tomada pelo fogo, aeronaves foram usadas no combate às chamas.

Atualização

Bebedouro registrou apenas dois novos casos de Covid-19 no fim de semana, de acordo com boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (20). Desde o começo da pandemia, 12.160 bebedourenses foram infectados pelo vírus. Sem acréscimo de mortes ao boletim, número de vítimas fatais em decorrência da doença permanece em 336.

São 10 os pacientes positivados, em isolamento domiciliar, monitorados pela Vigilância Epidemiológica. Outros 38 pacientes com suspeita da doença aguardam resultados de exames.

A taxa de ocupação de leitos de UTI no Hospital Estadual é de 30%, com seis pacientes graves internados. Na enfermaria da unidade também são seis atendidos.  Não há pacientes graves no Hospital Municipal, UPA 24h e na rede particular, que atende apenas um paciente na enfermaria (4,54%).