Índice de pais ausentes em Bebedouro é o maior desde 2018: 6,21%

Primeiro trimestre de 2022 supera índices dos últimos quatro anos; o de Bebedouro (6,21%) é parecido com o do Brasil (6,80%).

0
81

O índice de crianças sem o nome do pai na certidão de nascimento nos três primeiros meses de 2022 é o maior já registrado em Bebedouro: 6,21%. Dos 177 novos nascimentos entre janeiro e março, 11 crianças não tiveram o nome paterno no registro. Para análise, esta taxa vem aumentando gradativamente desde 2018, superando os índices dos últimos quatro anos completos e do primeiro trimestre de todos eles. Os dados são da Arpen (Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais).

Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.

Publicado na edição 10.660, de sexta a quarta-feira, de 15 a 20 de abril de 2022.