Inter: vitória com sabor de derrota

0
240

Com empate entre Fernandópolis e Noroeste, Lobo dá adeus ao acesso em 2016.

A torcida se uniu, compareceu e acompanhou, e mesmo às portas do acesso, tentando até o apito final, a Internacional de Bebedouro não conquistou a tão sonhada vaga na Série A3. Os 5 a 1 contra o Lemense não foram suficientes para o Lobo, que em caso de empate entre Fernandópolis e Noroeste, em Bauru, precisaria ampliar para a diferença de sete gols sobre o saldo do time de Bauru, que levou a melhor, ficando com a segunda vaga do grupo 4.
Durante a partida, o clima era de tensão. Além das críticas sobre o desempenho dos atletas e as comemorações carregadas de espontaneidade a cada gol marcado, os torcedores também acompanhavam cada lance do jogo em Bauru, seja por rádio, TV no celular, ou atualizações através da própria locução da partida.
A Gazeta conversou com jogadores, protagonistas dessa fase da Inter, que lamentaram o resultado e se desculparam com a torcida, alguns até acreditando na possibilidade de uma 5ª vaga. E houve quem não conteve a emoção, como o goleiro China, o lateral Luís Guilherme e o artilheiro Robson, este preferiu nem dar entrevista. Sobre o futuro, ainda parece incerto, pelo menos até a reunião que será realizada pela diretoria na terça-feira (27), definindo quem fica.

(…)

Leia mais na edição nº 9907, dos dias 27 e 28 de outubro de 2015.