Jovem médica boliviana é executada a tiros na Zona Oeste

Autor dos disparos não foi identificado. Polícia investiga possíveis suspeitos.

0
165
Fotos: Ismael Magalhães

Uma jovem médica de 30 anos foi assassinada a tiros na tarde de quarta-feira (28), ao sair de seu trabalho, na ESF do Jardim Sânderson. A vítima foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. O autor dos disparos fugiu sem ser identificado. A Polícia Militar investiga possíveis suspeitos.

Por volta das 16h10 de terça-feira (28), as forças locais de segurança receberam chamado sobre possível tentativa de homicídio, próximo à Estratégia de Saúde da Família (ESF) ‘Dr. Ricardo Dias de Toledo’, localizada no Jardim Sânderson, Zona Oeste da cidade.

A vítima é a médica boliviana Suhelen Calderon Caldez, 30. Segundo a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, a médica estagiava na ESF para conseguir seu ‘Revalida’, o exame nacional de revalidação de diplomas médicos expedidos por instituições estrangeiras de Educação Superior.

Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.