Morre em Ribeirão, homem com suspeita da síndrome de Guillain Barré

0
179

Estudos apontam ligação de que a Síndrome pode ser contraída pelo aedes aegypti.

Um estudo publicado na segunda-feira (29 de fevereiro) encontrou novas evidências de que o vírus zika, transmitido pelo aedes aegypti, mesmo vetor da dengue, pode estar relacionado a casos de Guillain-Barré.
Em Ribeirão Preto foi confirmada pela Santa Casa, em 22 de fevereiro, a primeira morte suspeita por Síndrome de Guillain-Barré no município. A vítima é um homem de 57 anos que morreu na unidade da Santa Casa.
A Secretaria Municipal de Saúde informou que investiga o caso e que aguarda os exames definitivos. A pasta não informou, no entanto, como os profissionais da rede municipal são treinados para o diagnóstico da doença.

(…)

Leia mais na edição nº 9956, de 3 e 4 de março de 2016.