Na véspera do Dia da Mulher, OAB/SP repudia machismo e misoginia de Arthur do Val

Em São Paulo, Dória assina autorização para construção da Casa da Mulher em Bebedouro. Promoção Social divulga calendário sobre conscientização.

0
81
Em protesto – Ao lado da presidente da OAB/SP, Patrícia Vanzolini, e de mulheres de entidades representativas da sociedade civil, a presidente do Caasp Adriana Galvão acompanha entrega de representação contra Arthur do Val, na Alesp.

Na segunda-feira (7), véspera do Dia Internacional da Mulher, mulheres de entidades representativas da sociedade civil, junto de líderes da OAB/SP reuniram-se, na capital paulista, para marchar do Monumento às Bandeiras até a Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo). A marcha, no entanto, não foi de comemoração ao dia voltado às mulheres, mas de luta contra o discurso “misógino, sexista e violento” – adjetivos representantes do desprezo, ódio e discriminação contra mulheres – proferido pelo deputado estadual Arthur do Val (Podemos), o conhecido como ‘Mamãe Falei’.

Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.

Publicado na edição 10.650 – quarta, quinta e sexta-feira – 9, 10 e 11 de março de 2022.