No título e no coração bebedourense

0
233

71 anos, mais de 50 de carreira, entre suas passagens como jogador e treinador. Olímpio Batista Ferreira Júnior, para a maioria apenas Pinho. Ele já deu a volta ao mundo pelo futebol, e teve sua carreira iniciada na Internacional de Bebedouro, depois teve mais quatro anos de história como técnico. No saldo final, dois títulos e duas campanhas satisfatórias, mas que “bateram na trave”.
O currículo é extenso, e a paixão pelo futebol é grande, mas a vontade de dar maior atenção à família pode falar mais alto. Esta é uma das respostas de Pinho, ao Gente. Nesta semana, a página mais querida da Gazeta abriu espaço para o mais novo Cidadão Bebedourense, que apesar de nascido em Ibirá, foi acolhido com carinho pela Cidade Coração, em especial, pelos torcedores do Lobo Vermelho.

(…)

Leia mais na edição nº 9979, de 30 de abril, 1º e 2 de maio de 2016.