Polícia investiga ligação da médica executada em Bebedouro com tráfico internacional

Morte da boliviana pode ter sido motivada por dívidas com traficantes. Atirador ainda não foi identificado.

0
74
Foto: Ismael Magalhães

A Polícia Civil de Bebedouro, que investiga a morte da médica boliviana em Bebedouro, em agosto de 2019, suspeita da ligação de Suhelen Calderon Cortez com o tráfico internacional de drogas e sua execução pode ter sido motivada por dívidas com traficantes.
A médica foi assassinada na tarde de 27 de agosto de 2019, ao deixar a unidade básica de saúde “Dr. Ricardo Dias Toledo”, no Jardim Sânderson, onde fazia estágio de preparação para o Revalida, exame para aceitação do diploma de médicos formados no exterior.

Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.

 

Publicado na edição nº 10455, de 15 a 17 de janeiro de 2020.